Chefe da Toyota revela interesse de Alonso no carro do WRC: “Pediu um teste na Finlândia”

Chefe da Toyota no Mundial de Rali, Tommi Makinen revelou que Fernando Alonso pediu para testar o Yaris na Finlândia. Dirigente ressaltou, no entanto, que a limitação de testes imposta pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) vai dificultar a organização da atividade

Chefe da equipe da Toyota no WRC, Tommu Makinen revelou que Fernando Alonso pediu para testar o Yaris. O agora ex-piloto da F1 vem flertando com o mundo off-road e já manifestou o interesse de testar, também, os carros do Rali Dakar.
 
Ao diário espanhol ‘AS’, Makinen contou que Alonso pediu para fazer um teste na Finlândia.
 
“Ele perguntou se poderíamos organizar um teste na Finlândia”, contou Makinen. “O problema é que, com a limitação da Federação Internacional para fazer testes com carros de rali, vai ser muito complicado conseguir fazer isso em curto prazo”, seguiu.
Fernando Alonso está 'cavando' testes nas mais variadas modalidades (Foto: Reprodução/Twitter)
“Mas, como todos queremos que Fernando prove um dos nossos Yaris, estamos buscando uma maneira para que ele possa fazer”, explicou. “Talvez a melhor opção seja aproveitar algum dos eventos de relações públicas que realizamos ao longo do ano, que não contam como dia de teste, para que Alonso pilote um carro de rali”, ponderou.
 
Tetracampeão do WRC, Makinen afirmou que “Fernando é uma pessoa muito agradável. Não tinha tido a oportunidade de conhecê-lo antes de um evento no Japão e foi um verdadeiro prazer, porque ele é uma grande figura do automobilismo”.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube