Cinco dias após acidente no Rali Dakar, Price recebe alta de hospital na Bolívia e é liberado para voltar para Austrália

Cinco dias após fraturar o fêmur esquerdo em um forte acidente na quarta etapa do Rali Dakar, Toby Price recebeu alta do hospital em La Paz, na Bolívia, e foi liberado para retornar à Austrália. Campeão vigente na disputa entre as motos, o piloto de 29 anos passou por uma cirurgia para estabilizar a fratura e teve uma convulsão durante a internação

 

Toby Price recebeu alta do Hospital Arco Iris, em La Paz, na Bolívia, e foi liberado para retornar à Austrália. O piloto da KTM estava internado desde o último dia 5, quando sofreu um acidente durante a quarta etapa do Rali Dakar.

 
Titular da KTM, o australiano caiu no leito de um rio na marca de 371 km da quarta especial, disputada entre San Salvador de Jujuy, na Argentina, e Tupiza, na Bolívia, e sofreu uma fratura no fêmur esquerdo, tendo de encerrar mais cedo sua participação no terceiro Dakar da carreira. 
Toby Price foi liberado para voltar para a Austrália após acidente no Rali Dakar (Foto: Red Bull Content Pool)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Socorrido de helicóptero, Price foi levado ao hospital em La Paz e submetido a uma cirurgia para estabilizar a fratura no fêmur, quebrado em quatro partes. Durante a internação, entretanto, um novo susto. O piloto teve uma convulsão, que os médicos suspeitam ter sido causada por coágulo de sangue no pulmão.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Cinco dias após o acidente, Toby recebeu alta hospitalar e foi liberado para retornar à Austrália. Pelas redes sociais, o piloto de 29 anos voltou a agradecer as mensagens que recebeu desde o acidente.
 
“Realmente empolgado por ser liberado para voar para casa na Austrália!”, escreveu Price. “Não posso agradecer o bastante pelas palavras gentis, apoio e mensagens enquanto estive aqui na Bolívia!”, seguiu.
 
Price agradeceu, ainda, Rodney Faggotter, piloto do time oficial da Yamaha que também abandonou o rali na quarta etapa. O australiano deixou a competição por conta de um problema mecânico com a WRF 450, mas optou por seguir em La Paz para acompanhar Toby no hospital.
 
“Um enorme obrigado a Rodney Faggotter por ficar comigo e ajudar sempre que possível”, disse. “Vamos sair daqui”, concluiu.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube