Conselho Mundial da FIA aprova mudanças de procedimento no Mundial de Rali a partir de 2014

Em uma reunião em Paris, na França, o Conselho Mundial de FIA (Federação Internacional de Automobilismo) aprovou uma série de mudanças de procedimento no Mundial de Rali

O Conselho Mundial da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) se reuniu na última semana e aprovou algumas mudanças de procedimento para a temporada 2014 do Mundial de Rali. Entre as novidades está uma alteração na ordem de largada.
 
Para 2014, a ordem de largada, tanto em ralis no asfalto como no cascalho, para o primeiro dia será definida pela classificação do Mundial, levando em conta a prioridade de cada piloto (P1 ou P2). Nos dois dias seguintes, os pilotos P1 e P2 vão guiar na ordem inversa da classificação. 
WRC terá alteração no procedimento de largada (Foto: Divulgação/WRC)
Com a meta de aumentar o show e reduzir o uso de estratégia, a mudança elimina o atual sistema de classificação do WRC. 
 
Além do novo formato de largada, a temporada verá mais consistência nos eventos, já que os ralis agora terão um formato fixo. A cerimônia de início do rali deve acontecer na quinta-feira, com o último estágio acontecendo aproximadamente ao meio dia de domingo para os eventos europeus. O último estágio será o Power Stage, que tem de ter ao menos 10 km. 
 
Para permitir mais flexibilidade na contratação dos pilotos, não será mais exigido que as fábricas escolham um piloto permanente para a temporada. Ao invés disso, os fabricantes terão de optar por um competidor para realizar ao menos dez etapas no ano. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube