Rali

Depois de 'entregar' Alonso, Al-Attiyah revela que Rossi também quer participar do Rali Dakar de 2020

Nasser Al-Attiyah, um dos primeiros a falar sobre o interesse de Fernando Alonso no Rali Dakar, também apontou o dedo para outro campeão. Al-Attiyah conversou com Valentino Rossi, que disse querer aparecer na corrida sul-americana
Warm Up / Redação GP, de Berlim
A lista de interessados em disputar o Rali Dakar de 2020 só aumenta. Depois dos flertes entre a Toyota e Fernando Alonso, chegou a vez de Valentino Rossi buscar o mesmo. Nasser Al-Attiyah, piloto da marca japonesa, ‘dedurou’ o interesse do piloto italiano em fazer parte da corrida sul-americana.
 
Al-Attiyah serve, ao menos por enquanto, como intermediário entre Rossi e o Dakar. Nasser já colocou a Toyota à disposição do campeão da MotoGP.
 
“Estive em contato com o Valentino Rossi e ele disse que gostaria de fazer parte do Dakar. Fiz um convite e tenho certeza de que ele gostaria de correr”, disse Al-Attiyah, entrevistado pela RTL.
Valentino Rossi está de olho no Dakar (Foto: Lorenzo Beretta/Rali de Monza)
O Dakar é um desejo antigo de Rossi. Figura carimbada nas edições do Monza Rally Show, o italiano sempre falou em dar o próximo passo e competir no rali mais famoso de todos. O plano, todavia, nunca foi concreto: o italiano sempre deu a entender que só pensaria na competição ao fim da carreira na MotoGP. Quando isso acontecer, o Dakar ainda vai disputar atenção com as 24 Horas de Le Mans, também presente na lista de desejos.
 
Se o Dakar depender do fim do ciclo de Rossi na MotoGP, o plano automaticamente não se concretiza em 2020. Isso porque o contrato com a Yamaha, renovado durante 2018, tem duração até o fim de 2020 – a edição de 2021, portanto, passa a ser mais provável.
 
Para Alonso, o plano é mais concreto. A Toyota conversa com o espanhol a respeito da possibilidade de testes com o carro do Mundial de Rali, o que abre a opção de participação em disputas ao longo de 2019. Isso tudo visando a estreia no Dakar em 2020.