Rali

Diretor celebra êxito no número de inscritos de 2019 e vê “coração do Dakar com este deserto peruano”

Diretor-geral do Rali Dakar, Etienne Lavigne celebrou os mais de 340 inscritos na edição 2019 da prova. Dirigente considerou que o deserto do Peru é o coração da modalidade
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Ignacio Casale (Foto: Red Bull Content Pool)
A edição 2019 do Rali Dakar será um pouco diferente do habitual. Desta vez, os competidores vão percorrer apenas um país ― o Peru ―, com a disputa sendo realizada em apenas dez dias e com uma redução considerável na quilometragem da prova. 
 
Entre a largada em 7 de janeiro e o fim da disputa no dia 17, os competidores vão percorrer cerca de 5581 km, sendo cerca de 2936 km deles de trechos cronometrados.
 
Apesar da mudança, Lavigne entende que o volume de inscritos é um sinal da aprovação dos pilotos ao novo formato de disputa.
Etienne Lavigne celebrou o volume de inscritos no Dakar 2019 (Foto: Eric Vargiolu/DPPI)
“É difícil fazer um prognóstico, mas temos um bom barômetro do interesse que despertou pela participação fantástica que teremos, com mais de 340 veículos na competição, o que é um número muito interessante”, disse Lavigne em entrevista ao jornal espanhol ‘Marca’. “Este número é uma boa surpresa, com 135 carros, 53 veículos de UTV frente aos 11 que tivemos no ano anterior… Isso demonstra que estamos em uma boa dinâmica”, ponderou.
 
“Nós mudamos o formato do Dakar, o perímetro das etapas, que vão passar por um único país e se concentram em dez dias, mas com jornadas de dunas que serão muito interessantes, com uma geografia espetacular no Peru”, apontou. “Mas a participação é um êxito até aqui. Logo nós veremos a avaliação dos pilotos em relação aos aspectos esportivos assim que iniciarmos o evento”, continuou.
 
Mas, apesar das distâncias reduzidas, Lavigne assegura que o Dakar seguirá sendo um rali bastante duro.
 
“Em relação a dificuldade, o que podemos dizer é que os pilotos voltam a gostar deste novo formato, porque eles se inscreveram”, comentou. “Vamos atravessar uma única zona geográfica, que é o sul do Peru, muito desértica, entre a cordilheira e o Pacífico”, continuou.
 
“É uma parte muito dura e intensa. As etapas serão mais curtas do que o habitual em termos de quilometragem, mas serão de mais horas, de navegação, de esforço físico... me parece que estamos no coração da modalidade do Dakar com este deserto peruano. As dunas e a areia estão no DNA do Dakar”, concluiu.

Rali Dakar 2019, Roteiro:

      MOTOS/ QUADS CARROS/ UTVS CAMINHÕES
DATA ESTÁGIO TRECHO ENTRE ESPECIAL TOTAL ESPECIAL TOTAL ESPECIAL TOTAL
07/jan 1 Lima
Pisco
84 km 331 km 84 km 331 km 84 km 331 km
08/jan 2 Pisco
San Juan de Marcona
342 km 554 km 342 km 554 km 342 km 554 km
09/jan 3 San Juan de Marcona
Arequipa
331 km 799 km 331 km 799 km 331 km 799 km
10/jan 4 M Arequipa -
Moquegua
Tacna
352 km 511 km 352 km 664 km 352 km 664 km
11/jan 5 M Moquegua -
Tacna
Arequipa
345 km 776 km 452 km 714 km 452 km 714 km
12/jan Dia de descanso - Arequipa
13/jan 6 Arequipa
San Juan de Marcona
317 km 839 km 291 km 810 km 291 km 810 km
14/jan 7 San Juan de Marcona
San Juan de Marcona
323 km 387 km 323 km 387 km 323 km 387 km
15/jan 8 San Juan de Marcona
Pisco
361 km 576 km 361 km 576 km 361 km 576 km
16/jan 9 Pisco
Pisco
313 km 410 km 313 km 410 km 311 km 408 km
17/jan 10 Pisco
Lima
112 km 358 km 112 km 358 km 112 km 358 km
TOTAL 2889 km 5541 km 2961 km 5603 km 2959 km 5601 km