Diretor da M-Sport admite interesse e inicia conversa para contratar Ogier após Volkswagen confirmar saída do WRC

Diretor da M-Sport, Malcolm Wilson afirmou que está interessado em transformar Sébastien Ogier no piloto número um do time em 2017. Tetracampeão do WRC, francês ficou a pé com a decisão da Volkswagen de deixar o Mundial de Rali no fim do ano

A decisão da Volkswagen de abandonar o WRC no fim da temporada 2016 está movimentando os bastidores do certame. Depois de a Citroën manifestar interesse em Sébastien Ogier, agora é a M-Sport que admite que está de olho no passe do tetracampeão do Mundial de Rali.
 
Diretor da M-Sport, Malcolm Wilson admitiu em entrevista à publicação britânica ‘Autosport’ que está interessado em contar com o francês já no próximo ano.
Sébastien Ogier e Julien Ingrassia ficaram a pé com saída da Volks (Foto: Volkswagen Motorsport)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

“Estou convencido de que temos o carro para ele conquistar o quinto título mundial”, disse Wilson. 
 
Além disso, o dirigente contou que já iniciou conversas com Ogier sobre um possível acordo para a próxima temporada.
 
“Não é segredo que ele sempre foi a minha escolha número um de piloto”, comentou. “Nós chegamos perto de contratá-lo para a Ford em 2011 e vou fazer tudo que puder para garantir que ele não escape desta vez”, avisou.
 
Questionado se havia planos de Ogier testar o Fiesta do time, Wilson respondeu: “Isso é algo sobre o que conversamos, mas, obviamente, Sébastien ainda tem muito para conversar com a Volkswagen antes que saiba exatamente onde está e possa guiar o nosso carro”.
 
Ainda, o dirigente confirmou que a decisão da Volkswagen o fez adiar os planos de revelar o line-up de 2017. A expectativa era de que Ott Tanak e Eric Camilli formassem a esquadra principal da M-Sport, com Elfyn Evans inscrito pela DMACK.
 
“Nós, de repente, temos muito mais o que conversar sobre quem está no carro no próximo ano. Nós íamos anunciar na semana que vem, mas agora este não é mais o caro”, explicou. 
 
Os times do WRC têm até meados de março antes de registrarem as equipes com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e com os organizadores do Rali de Monte Carlo, etapa de abertura da temporada.
 
Por fim, Wilson elogiou a presença da Volkswagen no WRC e avalio que a saída da montadora é bastante triste para o Mundial.
 
“Não há dúvidas de que o que aconteceu na quarta-feira foi muito, muito triste para o WRC”, afirmou. “O esforço deles em desenvolver a consciência do que estamos fazendo, a ativação deles fora do programa do Mundial foi soberba e, certamente, ajudou a desenvolver uma consciência mais ampla do nosso esporte. Por isso, devemos muito a eles”, reconheceu.
 
“Com essa notícia, entretanto, vem uma oportunidade e nós agora temos de fazer o máximo disso”, ponderou. “Nós temos de fazer o acordo certo para colocarmos Sébastien e Julien [Ingrassia] no nosso carro para formarmos uma combinação vencedora do campeonato mundial”, concluiu.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube