Diretor-esportivo, Coma fala em Dakar “mais duro” da América e avisa: “Vai recompensar os que sabem se orientar”

Diretor-esportivo do Dakar, Marc Coma afirmou que a edição 2017 será a mais dura entre aquelas disputas no continente sul-americano. Ex-piloto afirmou que o roteiro vai recompensar os pilotos que sabem se orientar

 

Diretor-esportivo do Rali Dakar, Marc Coma lançou um aviso não muito animador para os competidores que estarão na rampa de largada de Assunção, no Paraguai, no próximo dia 2 de janeiro. De acordo com o dirigente, a edição 2017 da maior prova off-road do planeta será “a mais dura que fizemos na América do Sul”.

 
Falando à imprensa nesta quarta-feira (14), Coma ressaltou a altitude será uma marca da edição 2017 do Dakar, que também vai premiar os competidores que tiverem melhores habilidades para se orientar.
Marc Coma vê Toby Price com boas chances no Dakar 2017 (Foto: Getty Images)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Nesta edição, teremos seis dias em altitude, com temperaturas de mais de 40°C e umidade de 90%”, contou. “Além de mais de seis etapas de mais de 400 km e um dia que, entre especial e deslocamento, nos aproximaremos dos 1000 km”, continuou.
 
Apesar de o Dakar já ser considerado a prova mais dura do mundo, os organizadores trataram de dificultar mais um pouquinho, diminuindo as informações oferecidas pelo GPS. O dispositivo segue presente, até por ser um recurso de segurança, mas vários dos pontos de controle pelos quais os competidores têm de passar não aparecerão no item, presentes apenas na planilha dos pilotos. A meta é “recompensar aqueles que sabem se orientar e desenvolver a navegação em um lugar que merece”.
 
Multivencedor do Dakar, Coma evitou palpites na disputa entre os carros por entender que “há quatro marcas muito igualadas”, mas não fugiu na hora de apostar na briga entre as motos. 
 
“Toby Price é o único piloto que já ganhou antes, por isso parte com um pouco de vantagem”, considerou.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube