Em busca de “novos desafios”, Després deixa KTM após 12 anos e fica perto de acerto com Honda

A KTM fechou sua equipe com Marc Coma, Ruben Faria, Francisco ‘Chaleco’ López e Kurt Caselli. Cyril Després deixou a montadora austríaca depois de faturar cinco títulos no Dakar e pode reforçar a Honda

O mundo do esporte a motor viu um casamento longo e bem-sucedido ter fim nesta semana. Na última terça-feira (12), Cyril Després e KTM oficializaram o fim de uma união que durava 12 anos e que rendeu cinco títulos do Rali Dakar ao piloto francês. Radicado em Andorra, Després deixa a montadora austríaca em busca de “novos desafios”. Segundo informações veiculadas pela imprensa europeia, o pentacampeão do maior rali do mundo está muito perto de fechar com a Honda.

A KTM fechou sua equipe oficial com quatro pilotos: Marc Coma, tricampeão do Dakar, Ruben Faria, antigo escudeiro de Després, Francisco 'Chaleco' López, maior piloto chileno no rali cross-country, e Kurt Caselli, que substituiu o lesionado Coma no Dakar deste ano e teve boa performance em janeiro.

Por sua vez, Després se despediu do time que lhe deu tantas vitórias no esporte a motor. “Passei grande parte da minha carreira com a KTM, então vocês podem imaginar que não foi uma decisão tomada rapidamente. Foram anos muito bons, muito gratificantes, tanto profissional quanto pessoalmente, e devo muito à KTM, especialmente ao chefe Stefan Pierer”, afirmou o piloto em comunicado emitido pela montadora, que agradeceu o piloto pelos serviços prestados.

Pentacampeão do Dakar, Després deixou a KTM e pode se acertar com a Honda (Foto: KTM/ Marcelo Maragni/ Red Bull Content Pool)

Sempre pela KTM, Després atingiu seu ápice como piloto. Aos 39 anos, o francês faturou o Dakar em 2005 e 2007, quando a prova era disputada na África, e também em 2010, 2012 e 2013, já na América do Sul, sendo o segundo maior vencedor da história da competição na categoria motos, só atrás de Stéphane Peterhansel. No Brasil, Cyril faturou o bicampeonato do Rali dos Sertões, em 2006 e 2011.

Com a saída da KTM, Després tem uma grande oferta da Honda, que voltou neste ano ao Dakar como equipe oficial após três anos. As primeiras informações vindas da imprensa europeia dão conta que o francês recusou a primeira proposta, mas está muito próximo de um acordo, faltando apenas alguns detalhes. Caso feche com a montadora japonesa, Després correrá ao lado de Helder Rodrigues e Javier Pizzolito.

Campeão do Rali dos Sertões, Felipe Zanol, que está em sua casa — em Belo Horizonte — se recuperando de um gravíssimo acidente sofrido durante a preparação para o Dakar no último mês de dezembro, na Califórnia, segue oficialmente como um dos pilotos da Honda, mas não tem previsão para voltar às competições.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube