Em dia de brasileiros, Varela e Gugelmin fazem história e vencem etapa do Mundial de Cross Country

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin conquistaram a primeira vitória de uma dupla brasileira na classe T1, a principal do Mundial de Rali Cross Country. O triunfo aconteceu na disputa do Italian Baja. Marcos Moraes e Du Sachs venceram na classe T2

O dia 17 de março de 2013 entrou para a história do automobilismo brasileiro e, principalmente, para a história do rali cross-country no país. No último domingo, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin colocaram o Brasil pela primeira vez no topo do pódio de uma etapa do Mundial de Cross Country na principal classe da categoria, a T1. O Italian Baja, prova que marcou a abertura da temporada 2013, aconteceu no último fim de semana e teve como base a cidade de Pordenone, no norte do país, perto da fronteira com a Áustria.

Nesta mesma prova, outra dupla brasileira alcançou um triunfo no Mundial. Os experientes Marcos Moraes e Du Sachs — organizadores do Rali dos Sertões —, que correram com um Mitsubishi Pajero Full na classe T2, venceram na categoria após três dias de provas e 11 especiais realizadas em trilhas de terra.

Varela e Gugelmin colocaram o Brasil no topo do pódio do Italian Baja (Foto: Arquivo pessoal)

Já Reinaldo Varela e seu navegador Gugelmin, os campeões mundiais na classe T2 em 2012, avançaram para a principal categoria do Mundial e agora correm com um protótipo da tradicional equipe belga Overdrive. A dupla brasileira concorreu contra fortíssimos conjuntos, como o Mini X-Raid do polonês Krzysztof Holowczyc e o protótipo do francês Jean-Louis Schlesser. Mas por apenas 12s de vantagem, Varela bateu Holowczyc e entrou para a história do rali brasileiro após fazer sua estreia na classe T1.

O formato da prova foi bastante semelhante ao organizado, por exemplo, pela Mitsubishi Cup no Brasil, ou seja, voltas curtas realizadas em um traçado único. Ao todo, foram 11 voltas — ou especiais — e, no acumulado das etapas, a dupla brasileira triunfou e cravou 3h42min11s de tempo final, 12s à frente dos experientes Holowczyzc e seu navegador, o alemão Andreas Schulz. Na classe T2, Moraes e Sachs fecharam o trecho com o tempo de 4h18min45s.

Moraes e Sachs venceram o Italian Baja na classe T2 (Foto: Jorge Cunha/AIFA)

A próxima etapa do Mundial de Cross Country será disputada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, entre os dias 4 e 11 de abril.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube