FIM confirma Rali dos Sertões como etapa do Mundial de Cross-Country em 2020

A Federação Internacional de Motociclismo anunciou o calendário com cinco etapas do Mundial de Cross-Country em 2020. Entre as novidades está o retorno do Rali dos Sertões ao cronograma para receber as etapas do Mundial de Motos, Quadriciclos e SSVs (ou UTVs)

A FIM (Federação Internacional de Motociclismo) anunciou o calendário do Mundial de Rali Cross-Country para a temporada 2020. Entre as etapas divulgadas nesta sexta-feira (27) está o Rali dos Sertões, a mais tradicional prova do Brasil, que volta a integrar o Mundial depois de seis anos. Em 2020, o Sertões, com largada prevista para São Paulo, vai ser realizado entre os dias 14 e 23 de agosto.
 
Além da etapa no Brasil, outras quatro estão alocadas no calendário anunciado pela FIM. O Mundial começa em Abu Dhabi com a etapa inaugural acontecendo entre 20 e 26 de março. O Rali do Cazaquistão, segunda prova do ano, está marcada entre os dias 24 e 29 de maio.
Toby Price e Matthias Walkner são algumas das estrelas que disputam o Mundial de Cross-Country (Foto: Marcin Kin/KTM)
A prova mais longa do calendário é o Rali Rota da Seda, que é disputado ao longo de três países: Rússia, Cazaquistão e China, entre os dias 3 e 16 de julho. Em agosto, o Mundial da FIM para as categorias Motos, Quadriciclos e SSV (ou UTVs) desembarca em São Paulo para iniciar a trajetória do Rali dos Sertões.
 
O calendário se encerra entre 8 e 13 de outubro com a disputa do Rali do Marrocos, que costuma ser uma espécie de prévia do Dakar, entre os dias 8 e 13 de outubro.
 
O regresso do Rali dos Sertões ao calendário do Mundial de Rali Cross-Country traz a perspectiva de o Brasil voltar a contar com a presença dos melhores pilotos do mundo. Nos anos em que fez parte do Mundial, a prova brasileira contou com nomes como Marc Coma, Cyril Despres e David Casteu. 
 
Atualmente, brilham estrelas como Toby Price, Joan Barreda, Matthias Walkner, Laia Sanz, Pablo Quintanilla, os irmãos Kevin e Luciano Benavides e o campeão mundial em 2019, Sam Sunderland. Nos quadriciclos, o campeão mundial atual é o polonês Rafal Sonik, que venceu o Sertões em 2010.

Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube