Governo peruano resolve impasse financeiro e confirma edição do Rali Dakar em 2019: “Evento de interesse nacional”

O primeiro-ministro César Villanueva já havia declarado que o evento era muito importante para o país, mas colocou em dúvida a sua realização por conta da nova política financeira adotada, influenciando na realização do Rali. A prova foi confirmada nesta quinta-feira (28) pelo governo do Peru, segundo o diário espanhol ‘Marca’

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Depois de colocar em dúvida o apoio à edição de 2019 do Rali Dakar, o governo do Peru confirmou a realização do evento no país e que vai acontecer entre os dias 6 e 17 de janeiro do ano que vem, segundo o diário espanhol ‘Marca’.
 
O governo peruano havia afirmado não saber ser possível arcar com o Rali por conta dos gastos resultantes da organização da corrida, além da taxa que deveria ser paga para a Amaury Sport Organisation (ASO), empresa que promove e organiza o Dakar. Para a ASO, o pagamento total é de US$ 6 milhões (cerca de R$ 22 milhões) e os gastos resultantes com infra-estrutura, segurança e logística podem chegar a US$ 25 milhões (cerca de R$ 94 milhões). Agora, com a confirmação, o evento é tratado pelo governo como "evento de interesse nacional”.
Governo peruano confirmou etapa de 2019 do Rali Dakar no país (Foto: USI)
O primeiro-ministro do Peru, César Villanueva, afirmou que todos os esforços para manter a prova no país seriam feitos, uma vez que o evento atrai os olhares e se torna uma “vitrine” para o restante do mundo. Porém, a mudança da política financeira poderia afetar na sustentação dos gastos gerados. A decisão sobre a manutenção ou não da sede deveria sair na última quinta-feira (21), mas foi adiada.
 
Caso o Peru não pudesse receber a prova, o Dakar seria suspenso, depois das negativas de Argentina, Chile, Bolívia e Equador. A prova será disputada integralmente em solo peruano e se iniciará em Lima, no dia 6 de janeiro. Depois de dez etapas, o Rali encerra sua edição de 2019 no dia 17, retornando à capital do país. 
 
LISTRAS LISÉRGICAS

COM CHICANE E CORES POLÊMICAS, PAUL RICARD DIVIDE OPINIÕES

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube