Em etapa mais longa dos Sertões, Spinelli/Haddad garante vitória nos carros. Azevedo vence na chegada a Ponte Alta

A penúltima etapa do Rali dos Sertões viu a vitória de Jean Azevedo, no trecho que deixou a cidade de Mateiros em direção a Ponte Alta. Nos carros, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad venceram novamente, mas seguem na segunda colocação no geral. Pedro Costa ganhou entre os quadriciclos, enquanto Gabriel Varela/Gabriel Morales conquistou mais um triunfo nos UTVs

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A segunda parte da etapa maratona do Rali dos Sertões foi disputada nesta sexta-feira (9), entre as cidades de Mateiros e Ponte Alta, em Tocantins, e viu novamente uma vitória de Jean Azevedo entre as motos. Em uma especial em que os competidores não tiveram permissão para receber a ajuda das equipes, o veterano foi o mais rápido nos 514,98 quilômetros de trecho cronometrado e fechou o percurso em 6h43min38s. Tunico Maciel foi o segundo colocado.

 
A especial começou travada, em estradas sinuosas e com piso arenoso. Depois, seguiu por trechos de savanas, aí por estradas de piçarra e trechos arenosos, já no deserto do Jalapão. Depois da areia, ainda teve um trecho de trial e, na parte final, estradas menores de fazendas. 
 
Apesar dos triunfos seguidos, Jean ainda segue longe dos líderes da classificação geral e vem apenas em 19º. O ponteiro entre as motos continua sendo Gregorio Caselani, que terminou a etapa na terceira posição, quase cinco minutos depois do piloto #1 da Honda. O gaúcho vai abrir o último dia de competição, neste sábado, com uma vantagem de pouco mais de 30 minutos para Ramon Sacilotti, da Kawasaki, que segue na vice-liderança. Eduardo Shiga é o terceiro na geral.
Jean Azevedo no Rali dos Sertões (Foto: Dunas Race/Rockset/Vipcomm)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Nos quadriciclos, Pedro Costa foi o mais veloz do estágio e completou os 520 km em 8h53min40, com uma boa vantagem para André Suguita, que fechou a etapa em 9h36min08. Edgley Sobrinho concluiu o top-3. Na tabela geral, Suguita manteve a liderança.

 
Já na categoria carros, a vitória ficou novamente nas mãos de Guilherme Spinelli e Youssef Haddad. A dupla da Mitsubishi percorreu o trecho cronometrado em 6h32min30s, impondo uma vantagem de 20 minutos para Lance Woolridge e Marcelo Haseyama, que fecharam em segundo, logo à frente dos líderes dos Rali dos Sertões, Cristian Baumgart e Beco Andreotti. 
 
No acumulado dos tempos, Baumgart/Andreotti seguem com uma vantagem de quase 45 minutos para Spinelli/Haddad. Woolridge/Haseyama caiu agora para a terceira colocação.
Cristian Baumgart e Beco Andreotti lideram o Rali dos Sertões (Foto: Dunas Race/Rockset/Vipcomm)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Por fim, nos UTVs, Gabriel Varela/Gabriel Morales conquistou mais um triunfo, completando a especial em 7h50min cravados. Os líderes da classe, Bruno Speracini e Bruno Rezende, chegaram apenas um minuto depois dos vencedores, comprovando a disputa acirrada que vive a categoria nesta edição dos Sertões. Leandro Torres e Lourival Roldan terminaram só 1min30s mais tarde.

 
Neste sábado, o Rali dos Sertões chega ao fim, com a especial entre Ponte Alta e a capital Palmas. E o trecho final será bem curto. Serão 4,61 km de descolamento inicial, 191,54 km de especial e 47,46 km de final. No total, são 243,61 km. 
 
A especial terá início bem próximo a Ponte Alta e segue por estradas de piçarra, com trechos sinuosos de altíssimas velocidades. Na sequência, aparecem estradas menores, com erosões, riachos, depressões e pedras. No último trecho, a prova fica rápida novamente e segue assim até a última descida da serra. O final da etapa será em Taquaruçu, na TO-030. Dali, carros, motos, quadris e UTVs seguem em deslocamento até a praia da Graciosa, em Palmas. 

#GALERIA(5786)

PADDOCK GP #45 COMENTA FIM DE SEMANA COM F1, INDY, MOTOGP E WEC

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube