Hirvonen precisa apenas administrar vantagem nos estágios finais para vencer Rali da Sardenha

A primeira vitória com a Citroën vai se aproxmando para Mikko Hirvonen. O finlandês tem mais de um minuto de vantagem para Evgeny Novikov e deve triunfar na Itália

Mikko Hirvonen usou o sábado (20) para se disparar ainda mais na classificação do Rali da Sardenha e agora está bem próximo de vencer pela primeira vez com a Citroën no WRC. Sem Sébastian Loeb em ação – que se acidentou e deixou a disputa -, o finlandês está a 1min28s do segundo colocado, Evgeny Novikov.

Neste domingo, último dia de atividades na Itália, Hirvonen precisa apenas completar os dois estágios finais do penúltimo rali da temporada de 2012 para comemorar a vitória. Desde que chegou à equipe da montadora francesa.

Hirvonen nunca venceu pilotando para a Citroën (Foto: Facebook/Citroën)

Novikov é outro que, se não enfrentar problemas durante os quilômetros finais, deve alcançar um resultado digno de comemoração. O piloto da M-Sport igualará seu melhor resultado no WRC.

Seu companheiro de equipe, Ott Tanak, também pode deixar a Itália com um resultado importante: seu primeiro pódio. Para isso, ele precisa somente administrar os 1min48s que tem de vantagem sobre Mads Ostberg. Todos os três usam carros da Ford, cuja equipe de fábrica teve contratempos tanto com Petter Solberg quanto com Jari-Matti Latvala. Solberg terminou o terceiro dia na nona posição.

Correndo de Skoda, o piloto da Volkswagen Sébastien Ogier completa o grupo dos cinco primeiros, enquanto Chris Atkinson, de Mini, ocupa a sexta colocação. O brasileiro Paulo Nobre, apelidado de ‘Palmeirnha’ também de Mini, está na 19ª colocação.

WRC, Rali da Sardenha, dia 3, 14 estágios:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube