Líderes nos UTVs, Torres e Roldan demoram mais de 12 horas, mas chegam a San Juan com maior vantagem do Dakar

Parecia tudo perdido em dado momento do dia, mas, como diz o ditado, pau que dá em Chico, dá em Francisco. Se Leandro Torres e Lourival Roldan tiveram problemas durante a décima etapa do Rali Dakar 2017, os rivais próximos tiveram ainda piores. Eles abrem na liderança após etapa vencida por Wang Fujiang e Li Wei

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Rali Dakar 2017, décima etapa

 
Chilecito (ARG) – San Juan (ARG)
Trecho cronometrado: 449 km
Trecho total: 751 km
 
O começo foi seguro, mas o desenrolar da décima etapa do Rali Dakar 2017, entre as cidades de Chilecito e San Juan, parecia representar o final das esperanças que Leandro Torres e Lourival Roldan tinham de sair do deserto com o título dos UTVs. Um acidente, batida numa pedra, os atrasou por horas a fio. Mas como os brasileiros não foram os únicos que tiveram pedras em seu caminho, conseguiram não apenas terminar a etapa, como também mantendo a liderança da classificação geral. 
 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Demorou tanto para que chegassem ao final da etapa que a cronometragem oficial parou de contabilizar. No fim das contas, Torres e Roldan demoraram pouco mais de 12 horas para terminar a especial. Chegaram, porém, e ainda com a liderança quando tudo parecia estar perdido. 

 
A vitória da especial ficou com os chineses Wang Fujiang e Li Wei, que completaram a especial em 9h04min52, sobrando na sexta-feira 13 antecipada pela qual passaram os competidores do Dakar na quinta-feira. Apesar da boa vantagem, Fujiang e Li não se aproximaram da liderança, visto que eram os últimos colocados no geral, 7h atrás dos líderes do ranking geral.
 
O segundo colocado da especial – e último ainda agraciado pela cronometragem, foi o UTV #378 de Maganov Ravil e Kirill Shubin. Os russos cruzaram em 9h47min57s, mas também não beliscaram a ponta. Isso porque estavam 5h atrás de Torres e Roldan. Mas, a apenas duas etapas do final, ficou claro que ainda há uma janela aberta para surpresa. 
Leandro Torres e Lourival Roldan estão na liderança do Dakar nos UTVs (Foto: Gustavo Epifanio/Photosdakar.com)
A dupla chinesa formada por Li Dongsheng e Quanquan Guan chegou a assumir a ponta da liderança geral em determinado momento do dia, mas também teve problemas e acabou nem aparecendo na classificação oficial para a 11ª etapa. O mesmo para Mao Ruijin e Sebastien Delaunay, que vinham na terceira colocação e deixam a disputa.
 
Desta forma, Torres/Roldan chega à última especial longa com 2h45min de frente para Ravil/Shubin e com 4h02min para Fujiang/Li. O título do Dakar está a duas etapas da dupla.

Rali Dakar, Décima Etapa, UTVs:

1 386 WANG FUJIANG
LI WEI
CHI XTREMEPLUS
POLARIS
9:04:52  
2 378 MAGANOV RAVIL
KIRILL SHUBIN
RUS XTREMEPLUS
POLARIS
9:47:57 00:43:05
3 351 LEANDRO TORRES
LORIVAL ROLDAN
BRA XTREMEPLUS
POLARIS
12:02:02 12:02:02

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube