Loeb atola Peugeot em duna, perde quase três horas e abandona Dakar em Arequipa após lesão de navegador

Acabou nesta quarta-feira (10) o sonho do título de Sébastien Loeb no Rali Dakar 2018. O francês, que buscava seu primeiro título no mais famoso rali do mundo, foi obrigado a abandonar a competição após lesão de Daniel Elena, seu copiloto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Nove vezes campeão mundial de rali, não será em 2018 que Sébastien Loeb conseguirá conquistar o Dakar. Nesta quarta-feira (10), ele foi obrigado a abandonar a tradicional prova após Daniel Elena, seu navegador, sofrer uma lesão ainda antes do km 50 da quinta etapa, disputada entre San Juan de Marcona e Arequipa, no Peru.

O dia, na verdade, já havia tirado praticamente todas as chances de título do francês antes mesmo do abandono. Ele e Elena atolaram o Peugeot da dupla em duna ainda no começo do percurso de 267 km no total.

Primeiramente, Loeb optou por esperar resgate e retornar à disputa. Nisto, perdeu 2h45min de tempo, vendo Stéphane Peterhansel, líder dos carros no geral, ser o primeiro colocado na etapa e abrir mais vantagem. 

#GALERIA(8260,166642)
Quando foi resgatado, conseguiu terminar a primeira especial da etapa – mas nem saiu para a segunda. Loeb informou à organização que Elena gritava de dor – primeiro, no osso esterno. E, na que os tirou definitivamente da competição, no cóccix. As dores começaram exatamente no acidente que deixou o carro atolado no deserto.

Loeb disputava pela terceira vez o Dakar. Ele foi 9° colocado em 2016 e segundo em 2017. Agora, tinha chances reais do primeiro título, já que abriu o dia na segunda colocação.

Foi o segundo dia de problemas de pilotos com possibilidades reais de conquistar a categoria em dois dias seguidos. Na última terça, Cyril Despres, também da Peugeot, sofreu acidente que avariou seu carro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube