Rali

López Contardo vence segunda especial, mas Varela e Gugelmin mantém ponta do Dakar nos UTVs

Francisco 'Chaleco' López Contardo conseguiu vencer logo a segunda especial do Rali Dakar 2019, a primeira em que ele compete nos UTVs. O chileno, que tem Álvaro Juan Quintanilla como navegador, liderou por mais da metade do dia e fechou 19s à frente dos líderes da classificação geral, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin

Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
2ª etapa – Pisco – San Juan de Marcona 
Trecho de especial: 342 km
Deslocamentos: 212 km
Trecho total: 554 km
 
A segunda especial - primeira mais longa - do Rali Dakar 2019 foi realizada nesta terça-feira (8) e contou com um vencedor diferente nos UTVs. Francisco López Contardo, o 'Chaleco', que tem como navegador Álvaro Juan Quintanilla, completaram a etapa entre Pisco e San Juan de Marcona em 4h09min47s. A dupla chilena tomou a liderança antes da metada da especial e foi controlando a ponteira até o fim.
 
Na realidade, Contardo e Quintanilla passaram na waypoint #4 - eram oito - na quarta colocação, 13s atrás dos líderes daquele momento, os novatos portugueses Ricardo Porem e Jorge Monteiro. Ali, entretanto, assumiram a ponta e viraram no waypont #5 com vantagem de 27s. 
 
A diferença aumentou nos pontos de checagem seguintes, a ponto de virar o #7 com 2min55s de frente. Mas foi a dupla atual campeã e que liderou o primeiro dia de disputa, a formada por Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, quem apareceu para incomodar. Mesmo terceiros no último waypoint, cruzaram a chegada somente 19s atrás dos rivais que utilizam o mesmo equipamento, da Can-Am.
Francisco 'Chaleco' López (Foto: Red Bull Content Pool)
Sergey Kariakin/Anton Vlasiuk completou na terceira colocação, apenas 1min51s atrás. Os veteranos Gérard Farres Guell/Daniel Oliveras Carrera, na quarta colocação, 4min22s mais lentos. 
 
A quinta posição ficou para mais uma dupla brasileira, Marcos Baumgart e Kléber Cincea, que passaram 6min17s atrás em mais um dia entre os primeiros colocados. O outro representante brasileiro no top-10 foi o navegador Lourival Roldan, que anda junto do piloto português Miguel Jordão, em décimo.
 
Após Baumgart/Cincea, três duplas chilenas. Rodrigo Javier Piazzoli/Gabriel Díaz, os experientes Ignácio Casale/Americo Aliaga e Hernán Garcés/Juan Pablo Latrach ainda ficaram à frente de Porém/Monteiro e Jordão/Roldan.
Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin (Foto: André Chaco/photosdakar.com)
Varela e Gugelmin ainda lideram na classificação geral e contam com 1min08s de frente para Contardo e Quintanilla. O terceiro posto é de Kariakin e Vlasiuk, enquanto Baugart e Cincea ocupam o sexto posto, com desvantagem de 10min53s. Christian Baumgart e Alberto Andreotti, que fecharam o estágio no 15º lugar, estão no 16º posto geral, 49s22s atrás dos ponteiros. 
 
A terceira especial, marcada para a quarta-feira, vai mandar os competidores de San Juan de Marcona para Arequipa.