Mesmo com problema mecânico, Al-Attiyah comanda carros no primeiro dia do Dakar. Kolomy lidera nos caminhões

Um princípio de incêndio no Toyota de Nasser Al-Attiyah quase jogou fora a vitória entre os carros na primeira etapa do Rali Dakar. O veterano abriu 24s sobre Xavier Pons. Quem se deu bem entre os caminhões foi Martin Kolomy

1ª ETAPA | 2 de janeiro
Assunção (PAR) – Resistência (ARG)
  
Trecho cronometrado: 39 km 
Percurso total: 454 km

A participação de Nasser Al-Attiyah no Rali Dakar começou com problemas, mas tudo se resolveu. Mesmo com um princípio de incêndio em seu Toyota, Al-Attiyah evitou perder muito tempo e se sustentou em primeiro. A recompensa foi fechar esta segunda-feira (2), primeiro dia de competição do Dakar, na liderança entre os carros.

 
A etapa marcou a primeira troca de países do Dakar 2017. A caravana já abandonou Assunção, capital do Paraguai, para alcançar Resistencia, no norte da Argentina. Apesar dos 454km entre as duas cidades, apenas 39km foram cronometrados pela organização.
Nasser Al-Attiyah liderou entre os carros (Foto: Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

É muito cedo para elogiar o ritmo de qualquer competidor – Al-Attiyah completou seu trecho em apenas 25 minutos –, mas já dá para ter uma ideia de quem chega em melhor forma. O veterano conseguiu abrir 24s de vantagem para o espanhol Xavier Pons, que completou a primeira etapa na segunda colocação. Nani Roma veio em terceiro, 29s atrás do ponteiro.
 
A Peugeot, tão forte em 2016, não impressionou muito no primeiro dia. O melhor representante da marca francesa foi Carlos Sainz, que terminou em quarto, devendo 33s para o líder. Sébastien Loeb, outra estrela da montadora, foi o sexto. Já Stéphane Peterhansel, vencedor da edição anterior, pintou apenas em 12º.
 
Kolomy lidera nos caminhões
 
Dentre os caminhões, a disputa foi um pouco mais acirrada. O tcheco Martin Kolomy, da Tatra, percorreu os primeiros quilômetros da competição em exatos 30 minutos, conseguindo abrir 13s sobre Ton Van Genugten, representante da Iveco.
 
Os demais ponteiros foram representantes de diversas marcas. Em terceiro, Martin Van Der Brink, representante da Renault. Ales Loprais, com outra Tatra, pintou em quarto, com o Iveco de Gerard de Rooy pintando em quinto. A primeira Kamaz, comandada por Eduard Nikolaev.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube