No terceiro dia do Dakar, competidores encaram montanhas pela 1ª vez e sobem aos 4.300m

No terceiro dia do Rali Dakar, caminhões e carros têm percurso diferente das motos e quadriciclos, que vão subir até os 4.300 metros

Rali Dakar
3ª etapa
San Rafael – San Juan (ARG)
Deslocamento: Carros e Caminhões – 295 km; Motos e Quadriciclos – 292 km
Trecho cronometrado: Carros e Caminhões – 301 km; Motos e Quadriciclos – 373 km
Percurso total: Carros e Caminhões – 596 km; Motos e Quadriciclos – 665 km

O Rali Dakar chega a seu terceiro dia nesta terça-feira (7) e promete um desafio a mais para os competidores, que terão de encarar a altitude pela primeira vez. No trecho entre San Rafael e San Juan, ambas cidades localizadas na Argentina, os pilotos vão enfrentar um trecho de montanha.
Motos e Quadriciclos tem um percurso total de 665 km (Foto: Reprodução)
Carros e caminhões contam com um percurso diferente de motos e quadriciclos, que vão subir até os 4.300 metros, onde terão a impressão de estar no topo da América. A descida, por sua vez, será mais uma prova de resistência, onde os competidores terão de completar a primeira parte da etapa maratona. 
 
Assim como aconteceu após o primeiro dia, Joan Barreda segue na liderança entre as motos, agora seguido por Francisco López Contardo e Sam Sunderland, que venceu a segunda etapa do Dakar. Entre os quadriciclos, é Marcos Patronelli quem comanda a disputa, à frente de Lucas Bonetto e Rafal Sonik.
 
Nos carros, a dupla formada por Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret colocaram a Mini na ponta da tabela, com 0s28 de vantagem para Carlos Sainz e Timo Gottschalk. Nasser Al-Attiyah e Lucas Cruz têm o terceiro posto.
Percurso total para carros e caminhões é de 596 km (Foto: Reprodução)
Na briga entre os caminhões, o trio formado por Marcel Van Vliet, Marcel Pronk e Artur Klein sustenta 4s55 de vantagem para Anton Shibalov, Robert Amatych e Almaz Khisamiev. Gerard de Rooy, Tom Colsoul e Darek Rodewald completam o top-3.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube