Nos carros, Spinelli vence segunda etapa e reassume liderança no Sertões. Peterhansel cai para 2º

A quarta etapa do Rali dos Sertões foi marcada pela disputa intensa entre Stephane Peterhansel e Guilherme Spinelli, que brigam segundo a segundo pela primeira colocação. Nesta quarta-feira (22) quem se deu melhor foi o brasileiro, ao vencer e reassumir a primeira colocação no geral

Etapa 4

Barra do Corda (MA) – Carolina (MA)
Deslocamento inicial: oito km
Trecho especial: 309 km
Deslocamento final: 206 km
Total: 523 km

A 20ª edição do Rali dos Sertões está vendo uma disputa muito equilibrada entre os carros. Se Stephane Peterhansel venceu as últimas duas provas e havia conseguido uma boa vantagem, a quarta-feira (22) mostrou que o experiente piloto francês terá trabalho para vencer em terras brasileiras.

Mostrando que não está fora da briga e o motivo de ser um dos favoritos, Guilherme Spinelli superou Peterhansel na quarta etapa, entre Barra do Corda e Carolina, fez o trajeto em 4min21s36 e finalizou o dia na primeira colocação. O resultado deu ao piloto a liderança do acumulado novamente, com 10s de vantagem para o dez vezes campeão do Dakar, que ficou pouco mais de dois minutos atrás e acabou na segunda colocação.

Stephane Peterhansel perdeu a primeira colocação nesta quarta etapa (22) (Foto: Theo Ribeiro/Fotoarena)

A disputa entre Spinelli e Peterhansel é a mais equilibrada entre todas as categorias que estão disputando a edição do Rali, que terá seu final na cidade de Fortaleza, capital do Ceará.

Romeu Franciosi acabou em terceiro, com Fellipe Bibas na quarta colocação e Riamburgo Ximenes completando os cinco melhores da quarta etapa, ainda dentro do Maranhão. No acumulado, Bibas está na terceira colocação. Ximenes e Franciosi, pela ordem, fecham os cinco primeiras colocados em quatro etapas disputadas até o momento.

Guilherme Spinelli pulou para primeiro ao superar Peterhansel (Foto: Theo Ribeiro/Fotoarena)

A quarta também foi marcada por problemas. Marcos Cassol e Felipe Eckel perderam tempo com um problema no motor no quilômetro 44, assim como Marcelo Damini e Ewerton Khoury, que abandonaram a etapa. Luiz Facco e Vinicius Castro também tiveram um problema no motor, mas na mangueira e parou perto do meio-dia.

Quem precisou abandonar a etapa logo após a largada foi a dupla Michel Terpins e Sven Von Borries. O problema não foi divulgado. Já o carro de Luis Nacif e Humberto Piauí enfrentou um princípio de incêndio, mas que foi controlado pela equipe de apoio. Os dois estão bem.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube