Perto de conquistar Dakar pela primeira vez, Price evita clima de ‘já ganhou’: “Ainda não posso sentir o cheiro da vitória”

Com 35min23s de margem para Stefan Svitko na liderança do Rali Dakar, Toby Price evitou o discurso de ‘já ganhei’ e avaliou que precisa cuidar bem da KTM para garantir que complete os dois estágios finais da prova sem maiores problemas. Australiano tenta seu primeiro título na maior prova off-road do planeta

Toby Price caminha para seu primeiro título no Rali Dakar, mas apesar dos 35min23s de vantagem que tem para Stefan Svitko na liderança da prova, evita comemorar com antecedência. Participando pela segunda vez da maior prova off-road do planeta, o australiano encara com cautela os dois estágios finais da disputa.
 
Na quinta-feira, Toby completou os 431 km da especial entre La Rioja e San Juan em 5h19min26s, apenas 18s atrás de Antoine Meo, o vencedor da especial, e levou sua vantagem na liderança da prova para 35 minutos.
Toby Price tenta seu primeiro título no Rali Dakar (Foto: Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool)

 Apesar do bom resultado, Price destacou que não teve facilidades nessa 11ª especial e avaliou que a organização do Dakar preparou um roteiro que vai esgotando mais e mais os competidores.

 
“É o antepenúltimo dia e parece que está ficando mais e mais difícil, então eles estão, definitivamente, esgotando a gente no momento”, disse Price. “Mas, é, foi um bom dia”, resumiu. 
 
“Nós começamos em terceiro, eu alcancei os caras da frente e aí fiquei um pouco atrás deles. Eles cometeram um erro e os passei, mas aí eu também errei. Corrigi até que rápido, mas eles tinham me passado, então eu apenas fiquei lá por um tempo”, relatou. “Aí eles cometeram outro erro e eu estava bem para seguir e guiei até o fim. Aumentamos um pouco mais a liderança geral, então tomara que possa fazer os últimos dois dias de forma mais confortável. Nós ainda temos muito pela frente, então, com certeza, vão ser longo e muito cansativo”, continuou.
Australiano tem 35 minutos de margem na liderança (Foto: Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool)
Questionado sobre como ele planeja encarar os últimos dois estágios do Dakar, Toby respondeu: “Desde que a gente não perca 15 minutos nesses dois estágios, acho que vamos estar bem”.
 
“Tenho que encarar de forma tranquila e suave, cuidar da moto e garantir que a gente descanse o bastante. Tomara que a gente esteja em boa forma”, declarou. “Nós estamos um dia mais perto, mas, com certeza, foi um dia difícil. Ainda não posso sentir o cheiro da vitória, não ainda. Não vou sentir até que cruze a linha de chegada no último dia”, concluiu.
 
VIU ESSA? PILOTO DÁ SURRA EM RIVAL EM PROVA DE MOTO

determinarTipoPlayer(“15733473”, “2”, “0”);
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube