Peterhansel confirma favoritismo, vence ‘Especial dos 20 anos’ e se aproxima do título no Rali dos Sertões

Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret estão agora 24min30s à frente de Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, que ficaram em terceiro na especial deste domingo, atrás também de Riamburgo Ximenes e Flávio França, faltando dois dias para o fim do Rali dos Sertões

Etapa 8



Bom Jesus (PI) – Petrolina (PE)

Deslocamento inicial: 3 km

Trecho de especial: 335 km

Deslocamento final: 289 km

Total: 627 km

No fim das contas, está dando a lógica na competição dos carros no 20º Rali dos Sertões. Lenda viva, maior nome do rali cross-country de todos os tempos, decacampeão do Dakar e franco favorito à conquista do Sertões, Stéphane Peterhansel, ao lado do navegador Jean-Paul Cottret, venceu mais uma etapa da prova, a sexta deste ano. Dessa vez, foi a conquista da ‘Especial dos 20 anos’, entre Bom Jesus, no Piauí, e Petrolina, já no estado de Pernambuco. O mitológico piloto da X-raid está próximo de dar à Mini mais uma vitória no rali mundial.


Peterhansel e Cottret estão cada vez mais perto do título do Rali dos Sertões (Foto: Theo Ribeiro/Fotoarena)

Peterhansel e Cottret só deixaram de realizar o melhor tempo em duas especiais do Rali dos Sertões, justamente nas duas mais atípicas desta prova para a dupla francesa. Na primeira, entre São Luís e Barreirinhas, Guilherme Spinelli e Youssef Haddad fizeram o melhor tempo até a especial ter sido encurtada por conta de um atoleiro que prejudicou vários pilotos. E na última quarta-feira, em Carolina, Stéphane teve uma indisposição estomacal e perdeu muito tempo, abrindo espaço para a vitória da dupla brasileira.

Com bom ritmo, mas, ao mesmo tempo, já administrando a boa vantagem na liderança, Peterhansel e Cottret completaram os 335 km de especial com destino a Petrolina em apenas 3h53min08s, 5min16s à frente do segundo melhor colocado em Petrolina.

Companheiro de equipe de Peterhansel na X-raid, Riamburgo Ximenes levou o BMW X3 CC da equipe alemã novamente à segunda colocação, pelo terceiro dia consecutivo. Mostrando grande evolução ao longo da prova, o piloto cearense, ao lado do copiloto Flávio França, terminou à frente de Spinelli e Haddad, que guiam o Mitsubishi Lancer e buscam um tricampeonato que parece cada vez mais improvável.

Exceção feita aos pilotos da categoria T1 FIA, que completaram o trecho de 355 km abaixo das quatro horas de disputa, o melhor colocado nos carros neste domingo foi o vencedor do Super Prime de São Luís, Marcos Baumgart. Correndo ao lado do navegador Kleber Cincea, o experiente piloto paulista registrou 4h16min57s. Fellipe Bibas novamente teve bom rendimento e, ao lado de Emerson ‘Bina’ Cavassin, levou o Evoque Range Rover ao quinto lugar, terminando à frente de Marcos Moraes e Fábio Pedroso.

Destaque também para Richard Vaders. Depois de bater forte seu Sherpa V8 na sétima especial do Rali dos Sertões, o parceiro de José Spacassassi garantiu um bom sétimo lugar, terminando à frente dos experientes Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, que fecharam o rol dos oito primeiros. Dos 36 carros que largaram, 29 chegaram ao fim da prova em Petrolina.

Faltando apenas dois dias para o fim do Rali dos Sertões, Peterhansel e Cottret têm 23h23min27s de tempo total de prova e estão 24min30s à frente de Spinelli e Haddad. Riamburgo e Flávio França estão 41min37s distantes do segundo lugar nos carros no Sertões, mas devem completar o top-3 caso não ocorra algum problema até Fortaleza, cidade que vai sediar a chegada da prova, na terça-feira.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube