Peterhansel vence sétima etapa e fica perto de título inédito no Sertões. Riamburgo bate Spinelli

Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret venceram a quinta de sete especiais do 20º Rali dos Sertões. A dupla francesa da X-raid colocou pouco mais de cinco minutos de vantagem sobre Riamburgo Ximenes e Flávio França. Guilherme Spinelli e Youssef Haddad

 

Etapa 7

Alto Parnaíba (MA) – Bom Jesus (PI)
Deslocamento inicial: 35 km
Trecho de especial: 277 km
Deslocamento final: 55 km
Total: 368 km

Lenda viva do rali cross-country, Stéphane Peterhansel está cada vez mais próximo de conquistar mais um feito em sua gloriosa carreira no esporte. Decacampeão do Dakar, o francês, ao lado do fiel escudeiro, o navegador Jean-Paul Cottret, faturou mais uma vitória, a quinta em sete etapas do Rali dos Sertões, neste sábado (25), entre Alto Parnaíba e Bom Jesus.

Mesmo se perdendo em um trecho do percurso, o duo francês da X-raid dominou a prova e concluiu o percurso cronometrado de 277 km, ficando pouco mais de cinco minutos à frente dos companheiros de equipe, o piloto cearense Riamburgo Ximenes e seu navegador, Flávio França.

Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret estão perto do título inédito no Rali dos Sertões (Foto: Theo Ribeiro/Fotoarena)

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad repetiram a colocação obtida na especial do dia anterior, entre Palmas e Alto Parnaíba. A dupla da Mitsubishi Brasil concluiu a etapa deste sábado em terceiro, 1min1s atrás de Riamburgo e França. O resultado deixou Spinelli, que tenta o seu pentacampeonato no Sertões, distante 18min02s do lendário Peterhansel, faltando apenas três etapas para o fim da competição.

Youssef, em sua conta no Facebook, reconheceu que a situação está difícil, mas disse que jamais vai desistir do título. “Sabemos da dificuldade em buscar os primeiros colocados, mas também que o rali só termina em Fortaleza. Amanha será a especial mais difícil do rali e vamos manter nosso ritmo, forte e sem loucuras”, comentou. “Agradeço a todos pela torcida e podem ter certeza que ate o ultimo quilometro do rali vamos buscar a vitória”, escreveu o navegador bicampeão do Sertões.

Com exceção dos carros da categoria T1 FIA, a principal do Rali dos Sertões, o melhor colocado do dia foi Marcos Baumgart. Ao lado do navegador Kleber Cincea, o vencedor do Super Prime da edição deste ano na prova fechou a especial na quarta colocação, seguido por João Franciosi e Rafael Capoani. Marcos Moraes, que disputa pela primeira vez o Rali dos Sertões na categoria Carros, fez boa jornada rumo ao Piauí, garantindo o sexto lugar guiando o protótipo T-Rex ao lado do navegador Fabio Pedroso.

Fellipe Bibas, outro que vem conseguindo grande destaque no Rali dos Sertões, fechou a especial na sétima colocação guiando um protótipo Range Rover Evoque ao lado do experiente navegador Emerson ‘Bina’ Cavassin. Romeu Franciosi e Deco Muniz completaram a especial deste sábado na oitava colocação em Bom Jesus.

Dentre os 36 carros que largaram, apenas 29 chegaram ao destino final, no sul do Piauí. A última dupla a chegar no parque fechado foi Helena Soares e Cláudia Grandi, com problemas no Mitsubishi L200, levou 6h11min45s, 3min15s abaixo do tempo-limite para completar a prova.

Na classificação geral, após sete etapas, Peterhansel e Cottet têm tempo total de 19h30min19s, 18min02s à frente de Spinelli e Haddad. Riamburgo e Flávio França seguem em terceiro, 42min57s atrás dos líderes da prova. Fellipe Bibas e Emerson Cavassin seguem em quarto lugar, enquanto Marcos Moraes e Fábio Pedroso continuam completando o rol dos cinco primeiros, restando três especiais para o fim do 20º Rali dos Sertões.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube