Rali

Piloto francês Thomas Bourgin morre após grave acidente durante travessia dos Andes no Dakar

Thomas Bourgin disputava pela primeira vez o Dakar. Jovem, o piloto de apenas 25 anos se chocou contra a viatura da polícia na estrada de Paso de Jama, ainda do lado chileno da Cordilheira dos Andes
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Thomas Bourgin (Foto: Thomas Bourgin/Facebook)

Dois dias depois de o Dakar conhecer seu lado mais cruel após um acidente com um carro de apoio da prova causar duas mortes em Tacna, no Peru, novamente o maior rali do mundo volta a ser notícia por causa de um acidente fatal. Thomas Bourgin, jovem piloto francês de 25 anos, morreu manhã desta sexta-feira (11) ao bater frontalmente sua moto, uma KTM de numeral 106, contra um carro da polícia no km 140 da estrada Paso de Jama, chamada Ruta 27, do lado chileno da Cordilheira dos Andes.

Thomas Bourgin morreu na manhã desta sexta-feira nos Andes (Foto: Facebook/ Thomas Bourgin)

A organização do Dakar acionou o resgate da região de Antofagasta para checar as condições clínicas de Bourgin. Contudo, o piloto não resistiu aos graves ferimentos e morreu às 8h35 no horário local (11h35 de Brasília).

As razões do acidente ainda estão sendo investigadas pela polícia local. O que se sabe, por enquanto, é que a viatura envolvida na tragédia fazia parte da escolta do Dakar, que avançava no longo trecho de 417 km de deslocamento. A pista, no entanto, estava bastante encharcada, fruto das chuvas durante a noite, mas não havia a presença de neve no asfalto.

Thomas Bourgin, nascido em Saint Etienne em 23 de dezembro de 1987, ocupava a 68° posição da classificação geral do seu primeiro Dakar. Começou a competir em 2009. Dois anos depois, foi quarto lugar na Africa Eco Race e, no mesmo ano, chegou à sétima posição do Rali da Tunísia.

Bourgin é o 23º piloto morto desde o início do Rali Dakar, em 1979. O último competidor a perder a vida na disputa do maior rali do mundo foi Jorge Martínez Boero, argentino que sofreu uma queda no primeiro dia de 2012, em Mar del Plata, teve traumatismo do tórax e não resistiu.