Preocupação com consequências do fenômeno El Niño faz Peru desistir de receber Rali Dakar em 2016

O roteiro da edição 2016 do Rali Dakar terá de ser alterado. Por preocupação com as consequências do El Niño de 2015, o Peru teve de abrir mão de receber a competição

A largada do Rali Dakar 2016 não vai mais acontecer no Peru. Nesta segunda-feira (24), os organizadores da competição confirmaram que autoridades locais pediram a retirada do país do roteiro oficial. O motivo para a saída do Peru foi a necessidade de atenção total ao El Niño e seus desdobramentos.
 
O El Niño é um fenômeno natural que causa alterações significativas na temperatura das águas do Oceano Pacífico. Entre as consequências, existe possível alteração drástica no clima das regiões atingidas.
O Rali Dakar não vai mais passar pelo Peru em 2016 (Foto: José Mário Dias)
O El Niño pode chegar nas mais diferentes intensidades; o pior da história aconteceu em 1997, mas especialistas garantem que, diferentemente de como foi em 2014, o El Niño do final de 2015 pode ser extremamente devastador, com a classificação de intensidade muito forte.
 
A saída do Peru do cronograma também vale para o Desafio Inca, que iria acontecer entre os dias 11 e 13 de setembro deste ano. Os organizadores do Dakar garantiram que vão anunciar o novo programa até meados de setembro, mas já deixaram claro que não sairão de Argentina e Bolívia. A largada, até então, estava prevista para acontecer em Lima, capital peruana.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube