Quadriciclos: Em dia marcado por abandonos, Hernández vence especial entre Jujuy e Uyuni e assume liderança do Dakar

Alexis Hernández completou os 327 km da especial entre San Salvador de Jujuy, na Argentina, e Uyuni, na Bolívia, em 4h49min24s e ficou com a vitória com 1min36s de vantagem para Brian Baragwanath. 1min56s atrás do #256, Alejandro Patronelli completa o top-3

5ª ETAPA |7 de janeiro

San Salvador de Jujuy (ARG) a Uyuni (BOL)
  
Deslocamento: 642 km 
Trecho cronometrado: 327 km 
Percurso total: 969 km
 
O dia não foi dos mais fáceis para os quadriciclos. Nesta quinta-feira (7), o Rali Dakar deixou a Argentina e seguiu rumo à Bolívia para alcançar o ponto mais alto de sua história: 4.580 metros de altitude. Alheio aos problemas causados pela altitude, Alexis Hernández completou os 327 km da especial entre San Salvador de Jujuy e Uyuni em 4h49min24s, 1min36s à frente de Brian Baragwanath. Alejandro Patronelli completa o top-3.
 
A quinta etapa do Dakar já começou com o abandono de Nicolas Robledo, que não teve como reparar os danos causados ao quadriciclo após a especial de quarta, já que os competidores estavam em regime de maratona. 
Alexis Hernández está na briga no Dakar (Foto: Prensa Alexis Hernández)
Pouco depois, ainda nos primeiros quilômetros da especial, foi a fez de Marcelo Medeiros deixar o rali. O brasileiro, que tinha a vice-liderança do Dakar, sofreu uma queda e, com uma fratura na clavícula, precisou ser removido de helicóptero, dando adeus ao seu belo debute na mais difícil prova off-road do planeta.
 
 Livres de acidente, Hernández e Mohammed Abu-Issa travaram um bom duelo, chegando ao GP2 separados por apenas 1s. Líder do rali, Ignacio Casale tinha o terceiro posto provisório.
 
Alguns minutos depois, Abu-Issa teve um problema elétrico com seu quadriciclo no km 116, forçando o piloto do Catar a parar para tentar trocar a bateria.
 
No último way point da disputa, Casale passou na liderança, com 5s de vantagem para Hernández, mas um problema de motor acabou atrapalhando o piloto chileno.
 
Instantes mais tarde, foi a vez de Rafal Sonik ter problemas. Campeão vigente, o polonês foi deixado na mão por seu quadriciclo da Yamaha e se despediu da competição.
#GALERIA(5529)
Ao fim dos 327 km da especial, Hernández ficou com a vitória do estágio, 1min36s à frente de Baragwanath. Alejandro Patronelli ficou em terceiro, com Sergei Karyakin aparecendo para ocupar a quarta colocação.
 
3min20s mais lento que o líder, Kees Koolen ficou com a quinta posição, seguido por Walter Nosiglia. Jeremías González Ferrioli aparece em sétimo, acompanhado por Marcos Patronelli.
 
Com 4h58min56s, Nelson Augusto Sanabria Galeano registrou a nona marca, com George Stephen Twigge completando a relação dos dez primeiros.
 
Com os abandonos e o resultado de hoje, Hernández assumiu a liderança da disputa, 48s à frente de Alejandro Patronelli. Karyakin aparece na sequência, com Marcos e González Ferioli fechando o top-5.
 
Dakar 2016, Dia 6, Quadriciclos:
1
265
ALEXIS HERNÁNDEZ
PER
ALEXIS HERNÁNDEZ
YAMAHA
4:49:24
 
2
274
BRIAN BARAGWANATH
RSA
RHIDE SA
YAMAHA
4:51:00
00:01:36
3
253
ALEJANDRO PATRONELLI
ARG
YAMAHA
YAMAHA
4:51:20
00:01:56
4
264
SERGEY KARYKIN
RUS
TEAM AL DESERT
YAMAHA
4:52:14
00:02:50
5
269
KEES KOOLEN
HOL
MAXXIS DAKAR
HONDA
4:52:44
00:03:20
6
256
WALTER NOSIGLIA
BOL
MEC TEAM
HONDA
4:53:56
00:04:32
7
254
JEREMÍAS GONZALEZ FERIOLI
ARG

YAMAHA
4:56:06
00:06:42
8
252
MARCOS PATRONELLI
ARG
YAMAHA
YAMAHA
4:57:14
00:07:50
9
257
NELSON AUGUSTO SANABRIA GALEANO
PAR
SANABRIA
YAMAHA
4:58:56
00:09:32
10
276
GEORGE STEPHEN TWIGGE
RSA
RHIDE SA
YAMAHA
5:02:22
00:12:58

VIU ESSA? CHINESA PERDE CONTROLE E ACERTA PÚBLICO NO DAKAR

determinarTipoPlayer(“15727185”, “2”, “0”);
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube