Räikkönen revela desejo de ser primeiro piloto campeão na F1 e no Mundial de Rali

Campeão da Fórmula desde 2007, Kimi Räikkönen tem o desejo de voltar ao Mundial de Rali, onde disputou as temporadas 2010 e 2011, no período em que deixou a competição. Para ele, o título off-road significaria ainda mais, especialmente já que não há piloto que tenha os dois troféus

Nem todos os pilotos campeões mundiais de Fórmula 1 definem – ou ao menos divulgam – o que pretendem fazer no esporte após deixarem o Mundial. Mas esse não é o caso do atual piloto mais veterano do grid e campeão de 2007, Kimi Räikkönen. O finlandês, que nunca escondeu o fraco pelo off-road, expôs o desejo de ser campeão mundial do rali após deixar a F1.
 
Na realidade, Räikkönen saiu da F1 pela primeira vez ao fim da temporada 2009, pouco mais de uma década atrás, e terminou indo mesmo para o WRC – Mundial de Rali. Competiu nos campeonatos de 2010 e 2011 e ficou entre os dez primeiros colocados, com o quinto lugar do Rali da Turquia de 2010 como a melhor posição. 
Kimi Räikkönen (Foto: Alfa Romeo)
Entretanto, em 2012, voltou à F1 pelos quadros da Lotus. Quer uma segunda chance no WRC, mesmo assim, onde gosta da ideia de buscar algo que jamais foi feito: vencer os títulos da F1 e do Mundial de Rali. Vencer o WRC significaria muito.
 
"Mais que meu título na F1", disse à revista austríaca 'Red Bulletin', editada pela Red Bull. "Ninguém jamais fez isso antes, então é outro aspecto que torna isso interessante", confirmou.
 
Räikkönen tem 40 anos e completa 41 em outubro, pouco antes do fim da temporada e do contrato com a Alfa Romeo. 
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube