Red Bull fecha acordo com FIA e deve ser anunciada como nova promotora do WRC, diz revista

Segundo reportagem da revista britânica ‘Autosport’, a Red Bull vai preencher a lacuna deixada pela falida North One Sport e será a nova promotora do Campeonato Mundial de Rali

Depois de meses de negociações e de uma importante lacuna deixada desde o fim do ano passado, o WRC está prestes a anunciar um novo promotor. Depois que a North One Sport faliu e não pôde mais promover o Mundial de Rali, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) vem procurado, sem sucesso, um sucessor para desempenhar a importante função. E segundo reportagem da revista britânica ‘Autosport’, acabou a busca. A Red Bull Media House está prestes a ser anunciada como a nova promotora do WRC.

Outra importante publicação do rali, a revista alemã ‘Rally Magazin’, também dá como certo o desfecho da negociação. Segundo a reportagem, existe até mesmo a possibilidade de que o anúncio da Red Bull como promotora do WRC seja já no Rali da Alemanha, dentro de duas semanas, em Trier. Contudo, é sabido que para que a decisão seja oficializada é necessária a aprovação do Conselho Mundial do Esporte a Motor, que será realizado em setembro.

Patrocinadora da Citroën, a Red Bull deve ser a nova promotora do WRC a partir de 2013 (Foto: Facebook)

A Red Bull Media House vai controlar, juntamente com a FIA, o WRC a partir da próxima temporada depois de vencer uma concorrência com outras duas empresas: a Eurosport Events e um conglomerado da África do Sul, a Kagisa Media. A reunião que decidiu o novo promotor do WRC aconteceu em 31 de julho. Estiveram presentes Jarmo Mahonen, presidente da comissão do WRC, Michèle Mouton, diretora da FIA para o WRC, as equipes e os patrocinadores do Mundial de Rali.

A Red Bull é a principal patrocinadora da Citroën e deve também ser a maior apoiadora da Volkswagen, que ingressa no Mundial de Rali de forma oficial na próxima temporada. Contudo, Yves Matton, diretor da Citroën, entende que a vinda da Red Bull como promotora do WRC será benéfica para todos, mas deixou claro que o envolvimento da empresa de Dietrich Mateschitz com a equipe francesa não terá influência alguma.

“Acho que a [Red Bull] Media House promovendo o campeonato seria ótimo, mas seria algo diferente da Red Bull, que é patrocinadora da equipe”, garantiu o dirigente francês, confiando no potencial da empresa dos energéticos para alavancar o WRC. “Quando eles fazem alguma coisa, eles o fazem corretamente e não querem só fazer nome com a promoção. Se optarem mesmo por investir no Mundial de Rali, é porque eles querem fazer um bom trabalho, caso contrário o certo seria nem mesmo eles tentarem fazer isso”, comentou Matton.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube