Salvini chega a Palmas na frente nos caminhões, mas é quinto no geral. Terceiro, Barrasa lidera Sertões

Em um dia enfim tranquilo nos caminhões, Guido Salvini venceu a quinta etapa do Rali dos Sertões, de Carolina, no Maranhão, a Palmas, no Tocantins. Terceiro colocado, Amable Barrasa ocupa a liderança da disputa

Carolina (MA) – Palmas (TO)
Deslocamento inicial: 3 km
Trecho especial: 188 km
Deslocamento final: 281 km
Total: 472 km

O Rali dos Sertões deixou o Maranhão. Cinco dias depois, a caravana do maior rali do mundo dentro de um único país passará a noite em Palmas, capital do Tocantins. E os primeiros a atingirem o destino final desta quinta-feira (25) na categoria caminhões foram Guido Salvini, Flavio Bisi e Fernando Chwaigert. O trio levou 3h04min34s para percorrer todo o percurso entre Carolina e Palmas.

Os caminhões vêm alternando dias complicados com dias tranqüilos. A quarta-feira não foi das melhores. No meio da especial, uma ponte quebrou e impediu que a prova fosse realizada normalmente, o que fez a organização oficializar o resultado apenas na tarde de hoje. Nesta quinta, todos os sete caminhões completaram a meta de 472 km sem maiores problemas.

O segundo lugar na quinta etapa do Sertões ficou com Rafael Martinez-Conde/José Papacena Neto/Leandro Oliveira, que foram os melhores entre os caminhões leves. Amable Barrasa/César Botas/Raphael Bettoni ficaram na terceira colocação no dia, seguidos por Carlos Policarpo/Rômulo Sccomandi/Davi Fonseca.

Um fator que tem marcado a edição de 2012 do Sertões nesta categoria é a inconstância. Quem vai bem em uma etapa acaba caindo em outra. Os três últimos colocados da quinta-feira já ocuparam, em outras etapas, as primeiras posições: Fábio Freire/João Afro/João Victor Ribeiro terminaram em quinto lugar, a frente dos trios formados por André Azevedo/Maykel Justo/Ronaldo Pinto e Edu Piano/Solon Mendes/Carlos Sales.

Só que um resultado ruim na etapa desta quarta-feira pode não ser tão mau assim. Considerando-se as inúmeras variáveis que têm interferido nas provas, os 46 minutos que separaram Salvini de Piano não representam uma vantagem imensa.

No resultado acumulado extra-oficial do Rali dos Sertões, a liderança é de Barrasa, com um tempo total de 15h52min07s e uma vantagem de 1h24min09s para Azevedo. Líder, Barrasa pilota um caminhão Ford classificado como leve, enquanto Azevedo tem em mãos um Mercedes pesado. Os mais pesados possuem um motor mais potente, ao passo que os mais leves apresentam melhor dirigibilidade.  Guido Salvini, vencedor da etapa desta quinta-feira, é apenas o quinto na classificação geral.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube