Sem campeões do Dakar, disputa nas motos no Sertões tem Zanol favorito, mas deve ser mais equilibrada

Edição de 2012 do Rali dos Sertões não contará com nenhum dos dois grandes campeões do Dakar: Marc Coma e Cyril Després. Do lado brasileiro, Felipe Zanol parte em busca de seu primeiro título


Nos últimos anos, a relação de inscritos do Rali dos Sertões contou com a presença de pelo menos um grande campeão do Dakar nas duas rodas. Marc Coma e Cyril Després estiveram em 2010 e 2011, respectivamente, e conquistaram o título de campeão, sempre depois de uma dura batalha com um brasileiro que já deixou de ser promessa para virar talvez o grande nome do motociclismo cross-country nacional: Felipe Zanol, duas vezes vice-campeão do Sertões nos últimos anos.

E o mineiro, multicampeão no enduro, no Brasil e em Portugal, busca seu primeiro título no Rali dos Sertões. E em sua terceira participação na prova, Felipe tem tudo para finalmente chegar lá. Por conta dos seus grandes resultados obtidos nos últimos anos, como o décimo lugar no Dakar deste ano, Zanol, recentemente, foi contratado como piloto oficial da Honda e até já teve sua confirmação como um dos integrantes da equipe nipônica no Dakar 2013. Antes, porém, Zanol terá de encarar rivais de peso na tentativa de soltar o grito de campeão em Fortaleza.
 

Primeiro pentacampeão do Sertões, Jean Azevedo volta às motos em 2012 (Foto: Brasil Dakar)


Pelo retrospecto, o maior adversário de Felipe Zanol no Sertões 2012 é Jean Azevedo. Pentacampeão da prova, Jean volta às origens e, depois de quatro anos correndo nos carros, volta às duas rodas, impulsionado, principalmente, pelo ótimo sétimo lugar no Dakar de 2011.  Jean vem com uma KTM 450 Rally, modelo semelhante ao usado por Zanol no último Dakar, antes da sua transferência para a Honda. Dário Júlio, que é parceiro de equipe de Zanol na Honda, pode ser apontado como um dos postulantes ao título, assim como os irmãos Ike e Guto Klaumann, que vêm de Husqvarna — uma das marcas da BMW —, Juca Bala, nome histórico do Sertões, uma vez que foi ele o primeiro campeão, lá em 1993, e o chileno Rodrigo Caballero, que reúne duas participações no Dakar e que vem da ‘escola’ de Francisco ‘Chaleco’ López e Francisco ‘Burrito’ Rodríguez.

A grande ausência do Rali dos Sertões neste ano é Zé Hélio Rodrigues, pentacampeão da prova. O paulista, de 33 anos, decidiu fazer sua despedida das duas rodas no Dakar deste ano, quando correu pela Husqvarna, e optou por voltar a competir nos carros. Em entrevista concedida à Revista WARM UP, Zé Hélio revelou que não conseguiu reunir um bom aporte financeiro para bancar sua participação no Sertões de 2012, focando assim seu retorno, nos carros, na próxima temporada. O piloto, inclusive, elegeu Zanol como seu sucessor na disputa.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube