Sertões: Policarpo vence etapa encurtada em Petrolina e amplia vantagem na ponta nos caminhões

Ao lado de Rômulo Seccomandi e Davi Fonseca, Carlos Policarpo levou o Ford F4000 à vitória na oitava especial do Rali dos Sertões, entre Bom Jesus e Petrolina, e segue líder geral dos caminhões. Guido Salvini caminha para mais um título nos pesos-pesados

Etapa 8

Bom Jesus (PI) – Petrolina (PE)

Deslocamento inicial: 3 km

Trecho de especial: 207 km

Deslocamento final: 417 km

Total: 627 km

A direção de prova do Rali dos Sertões optou por encurtar, de 335 para 207 km, a oitava etapa da prova, batizada de ‘Especial dos 20 anos’, para os competidores dos caminhões. Dessa forma, a missão ficou menos complicada para Carlos Policarpo, que manteve o bom desempenho, exibido ao longo de toda a prova, e conquistou a especial entre Bom Jesus, no Piauí, e Petrolina, no estado de Pernambuco, neste domingo (26).

A vitória de Policarpo, que corre ao lado de Rômulo Seccomandi e Davi Fonseca com um Ford F4000 da equipe Território, foi bastante significativa em termos de conquista do Rali dos Sertões. Isso porque o trio abriu ainda mais vantagem na liderança da prova, faltando apenas duas etapas para a definição do título, em Fortaleza, na próxima terça-feira (28). Policarpo completou o percurso cronometrado de 207 km em 3h38min59s.

Guido Salvini, que venceu a sétima especial, entre Alto Parnaíba e Bom Jesus, na classificação geral dos caminhões, dessa vez teve de se contentar com o terceiro lugar. Isso porque Amable Barrasa, que começou bem o Rali dos Sertões, mas perdeu muito tempo ao longo da competição, fez uma prova de reação e garantiu o segundo posto. Correndo com César Botas e Raphael Bettoni, Amable ficou a 45 minutos do tempo de Policarpo.

Salvini foi o melhor dentre os caminhões pesados. O atual campeão do Rali dos Sertões na categoria completou o percurso 10min55s atrás de Amable, mas foi o suficiente para garantir a vitória nos ‘brutos’. Carioca de Petrópolis, Salvini levou seu Mercedes Atego ao terceiro posto ao lado do navegador Flávio Bisi e Fernando Chwaigert.

Fábio Freire, que compõe trio com João Afro e João Victor Ribeiro, foi o quarto colocado, completando a lista dos competidores que completaram a etapa antes do tempo máximo, que foi de 6h45min. Edu Piano e André Azevedo não chegaram ao fim da especial.

Faltando duas etapas para o fim do Rali dos Sertões, Policarpo tem 34h08min57s de tempo total de prova. A diferença para Salvini, que briga pelo título dos pesados, é de 1h27min41s. Edu Piano caiu para terceiro e está cada vez mais longe de conquistar o hexacampeonato da prova. André Azevedo, que sempre figura na lista de favoritos do Sertões, está em sétimo colocado, distante 6h20min05s dos líderes, e já não tem mais chances de vitória em 2012.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube