Spinelli e Haddad enfrentam problemas no terceiro dia do Rali de Abu Dhabi, mas mantêm 2ª posição

Os brasileiros perderam tempo ao atolarem no início da especial, mas conseguiram manter a segunda posição na classificação geral. A vitória ficou com o veterano Jean-Louis Schlesser, enquanto Nani Roma segue líder da competição

Os competidores não tiveram vida fácil no terceiro dia de disputa do Rali de Abu Dhabi. Com muita areia, dunas e temperatura passando dos 40ºC, o preparo físico dos atletas foi colocando em prova nesta terça-feira (9). Neste cenário, melhor para o veterano Jean-Louis Schlesser e o navegador Konstantin Zhiltstov, que completaram os mais de 400 km de trecho cronometrado em 3h35min34s.

A dupla brasileira da Mitsubishi Petrobras, formada por Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, terminou com a quarta colocação, em 4h03min35s. Com o resultado, o duo continua na segunda posição na classificação geral, com 40min39s de desvantagem para os líderes Nani Roma e Michel Perin, da Mini X Raid.

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad estão em segundo no Rali de Abu Dhabi (Foto: Jorge Cunha / Aifa / Mitsubishi)

Após a especial desta terça, Spinelli se disse satisfeito com o resultado após enfrentar condições tão difíceis. “Hoje foi muito cansativo. Foi um dia de grande aprendizado e estamos muito felizes com o desempenho nas dunas. Estamos melhorando a cada dia”, disse o piloto. “Aqui é o melhor lugar para adquirirmos experiência. Vamos manter nosso ritmo e continuar focados em aprender a andar rápido nas dunas sem atolar”, acrescentou.

Haddad, por sua vez, lamentou um problema no início da especial, mas se disse satisfeito com o desempenho geral do equipamento. “A especial de hoje foi bem similar a de ontem, com muito deserto, areia e dunas. Atolamos logo no início e demoramos cerca de dez minutos para sair. No restante fomos bem, e o carro está excelente, se mostrando cada vez mais rápido e resistente”, afirmou.

Entre os demais representantes do Brasil, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmim completaram o terceiro dia de competições na 12ª posição na classificação geral, com 1h17min21s de desvantagem. Com o resultado, a dupla ocupa a 31ª posição na soma dos tempos, devido aos problemas enfrentados nas etapas iniciais.

Marcos Moraes e Carlos Prates-Sachs, na categoria T2, fecharam a terça-feira na 32ª posição e estão em 43º na soma. Entre as motos, o vencedor foi Jakub Przygonski, enquanto Sam Sunderland, da Honda, é o líder na classificação geral.

Nesta quarta-feira, penúltimo dia de competições, os participantes vão enfrentar um trecho de 493 km, dos quais 266 km serão cronometrados.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube