Sunderland aproveita drama de Barreda e retoma liderança nas motos do Dakar. Casale mantém ponta nos quads

Joan Barreda, que começou o dia em primeiro, teve problemas de navegação e despencou para 30º na classificação geral. Melhor para Sam Sunderland, novamente primeiro colocado entre as motos. Nos quadriciclos, Ignacio Casale segue dando show e abrindo vantagem

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

3ª ETAPA | 8 de janeiro
Pisco (PER) – San Juan de Marcona (PER)
 
Trecho cronometrado: 208 km
Percurso total: 296 km
 
Sam Sunderland abriu a semana com uma ótima notícia. Depois de perder a liderança do Rali Dakar entre as motos, o britânico reagiu nesta segunda-feira (8), saltando de quarto para primeiro na classificação geral ao longo do deslocamento entre as cidades peruanas de Pisco e San Juan de Marcona.
 
Sunderland esteve rápido, mas também contou com um pouco de sorte. Joan Barreda, que fechou o domingo em primeiro, teve um dia muito conturbado e despencou na classificação. O espanhol começou a perder tempo ainda no começo, mas teve um revés gigantesco na parte final do dia: por conta de um erro de navegação, Barreda perdeu quase 30 minutos. Assim, o representante da Honda agora aparece em 30º na classificação geral, 27min49s atrás de Sunderland.
Sam Sunderland (Foto: Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

O segundo colocado na classificação geral passa a ser Kevin Benavides, 4min38s atrás de Sunderland. O argentino já estava atrás do britânico, perdendo apenas hoje 3min03s.
 
Após três dias de atividades, o top-5 também conta com Pablo Quintanilla, exatos 5 minutos atrás de Sunderland. Toby Price e Ricky Brabec aparecem em quarto e quinto, devendo respectivamente 7min28s e 8min.
 
Nos quadriciclos, só um piloto liderou até aqui: Ignacio Casale sustentou a liderança após mais um dia livre de problemas. O chileno não só liderou do começo ao fim como também abriu uma vantagem considerável. Na comparação direta com Alexis Hernandez, segundo colocado, a folga é de 29min51s.
Ignacio Casale (Foto: Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool)

O terceiro lugar na categoria está com Sergei Kariakin, 30min17s atrás de Casale. O top-5 ainda conta com Pablo Copetti e Jeremías González Ferioli, quarto e quinto.

O brasileiro Marcelo Medeiros, único dos quadriciclos, segue ganhando terreno. O piloto se consolidou no top-10, em sétimo, após um começo de campanha difícil. A distância para o líder Casale é de 38min15s.
 

O Dakar continua no Peru nesta terça-feira. O quarto dia de atividades gira em torno da cidade de San Juan de Marcona, ponte de partida e chegada para os competidores.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube