Sunderland se torna campeão da edição 2017 do Rali Dakar nas motos e dá à KTM 16º título consecutivo

Sam Sunderland chegou apenas na sexta colocação neste sábado (14), último dia do Rali Dakar, e conquistou o título entre as motos, se tornando o primeiro britânico a celebrar a conquista no maior rali do mundo. E, de quebra, ainda deu à KTM a 16ª taça consecutiva na competição

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Rali Dakar 2017, 12ª etapa

Río Cuatro (ARG) – Buenos Aires (ARG)
Trecho cronometrado: 64 km
Trecho total: 786 km
 
A edição 2017 do Rali Dakar chegou ao fim neste sábado (14) para as motos coroando Sam Sunderland como campeão. O piloto de 27 anos agora se torna o primeiro britânico a vencer o maior rali do mundo, considerando todas as categorias. Sunderland também foi responsável pelo 16º triunfo consecutivo da KTM na competição, depois de terminar a especial final na sexta colocação. Na classificação geral, Sam puxou ainda a trinca da marca austríaca: Matthias Walkner e Gerard Farres completaram o top-3.
 
Sunderland, que está em sua quarta participação no Dakar, assumiu a liderança da prova depois do quinto estágio, tendo as chances de vitória ampliadas depois que dois dos principais favoritos, Toby Price e Joan Barreda, tiveram problemas pelo caminho. 
 
O campeão do ano passado sofreu um grave acidente ainda na primeira semana do rali e foi obrigado a abandonar a disputa por ter fraturado a perna esquerda. Já Barreda teve o desempenho prejudicado após a Honda ter sido punido em uma hora por um reabastecimento ilegal, 
Sam Sunderland é o grande campeão do Rali Dakar entre as motos em 2017 (Foto: Red Bull Content Pool)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A vitória na quinta especial, portanto, ainda colocou Sam em vantagem com uma diferença de 12 minutos. Depois, o piloto foi apenas administrando o tempo, além de se manter longe de acidentes. O rival mais próximo do inglês acabou sendo Pablo Quintanilla, da Husqvarna, que também teve de deixar a briga depois da décima etapa. No fim das contas, o piloto da KTM soube se manter à frente na fase final.

 
Embora a vitória de Sunderland ainda permaneça provisória, devido ao recurso imposto pela Honda pelas punições recebidas, entende-se que a chance de mudanças no resultado sejam pequenas. 
 
A especial final
 
Com Sam Sunderland apenas administrando a vantagem para celebrar o título inédito, a briga pela vitória no estágio final do Dakar foi protagonizada por Gerard Farres, da KTM privada, e Adrian van Beveren, da Yamaha de fábrica. 
 
Uma punição de minuto por excesso de velocidade a Van Beveren fez o francês cair de terceiro para quarto, exigindo que ele recuperasse 48s neste sábado. E a disputa foi tão próxima, que ambos terminaram com o mesmo tempo, sendo que a vitória ficou mesmo nas mãos de Adrian. Joan Barreda, que venceu a penúltima etapa, completou a especial entre Río Cuatro e Buenos Aires na terceira posição.

Rali Dakar, classificação final, Motos:

1 14 SAM SUNDERLAND ING RED BULL KTM FACORY TEAM
450 RALLY REPLICA KTM
32:06:22 08:06:22
2 16 MATTHIAS WALKNER AUS RED BULL KTM FACORY TEAM
450 RALLY REPLICA
KTM
32:38:22 08:38:22
3 8 GERARD FARRES GUELL ESP HIMONSA
450 RALLY
KTM
32:42:02 08:42:02
4 6 ADRIEN VAN BEVEREN FRA YAMAHA MOTOR EUROPE
WR450F
YAMAHA
32:42:50 08:42:02
5 11 JOAN BARREDA ESP HRC RALLY
CRF 450 RALLY HONDA
32:49:30 00:43:08
6 17 PAULO GONÇALVES POR HRC RALLY
CRF 450 RALLY HONDA
32:58:51 00:52:29
7 31 PIERRE ALEXANDRE RENET FRA ROCKSTAR ENERGY
HUSQVARNA
33:03:57 00:57:35
8 67 FRANCO CAIMI ARG HONDA SOUTH AMERICA
HONDA
33:48:40 01:42:18
9 5 HELDER RODRIGUES POR YAMAHA
YAMAHA
34:09:28 02:03:06
10 27 JOAQUIM RODRIGUES POR HERO SPEEDBRAIN
HERO SPEEDBRAIN
34:25:59 02:19:37
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

BRUNO SENNA FALA DA CARREIRA, DO FUTURO E DA VOLTA DE MASSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube