Torres e Roldan vencem segunda etapa consecutiva nos UTVs e chegam à Bolívia na vice-liderança do Rali Dakar

Leandro Torres e Lourival Roldan completaram mais uma etapa do Rali Dakar com vitória entre os UTVs. A dupla brasileira, que corre com um Polaris, triunfou na quarta jornada da prova, entre San Salvador de Jujuy, na Argentina, e Tupiza, já em solo boliviano. Agora, a dupla está a 1h58min09s dos líderes, Mao Ruijin e Sébastien Delaunay

 

Leandro Torres e Lourival Roldan continuam fazendo história na edição de 2017 do Rali Dakar. A dupla brasileira, que já havia vencido a terceira etapa da competição na última quarta-feira entre os UTVs, repetiu a façanha na quinta-feira (5), no percurso entre San Salvador de Jujuy, na Argentina, e Tupiza, já em território boliviano. Os brasileiros, que encararam nada menos que 416 km de trecho cronometrado, encarando uma altitude de mais de 4 mil metros e donas no fim do trajeto, triunfaram novamente, venceram a segunda especial consecutiva e chegaram à Bolívia na vice-liderança da competição.

 
Torres e Roldan, navegador que é uma verdadeira lenda do rali brasileiro, completaram o duríssimo percurso em 7h08min34s, terminando 3min30s à frente da dupla líder do Dakar: Mao Ruijin, piloto chinês e seu navegador, o francês Sébastien Delaunay. Ambos, assim como Torres e Roldan, disputam o Dakar com um UTV da Polaris.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Nas alturas: Leandro Torres e Lourival Roldan vencem etapa do Dakar na chegada à Bolívia (Foto: Gustavo Epifanio/photosdakar.com)
 
Torres comemorou a vitória brasileira em Tupiza: “Mais uma vez fizemos uma etapa perfeita. Foram muitas serras e dunas no fim da especial, mas conseguimos nos manter bem na prova e finalizamos com mais esse excelente resultado. Agora é só nos prepararmos bem para amanhã”, comentou o piloto à assessoria de imprensa.
 
Ainda sobre os brasileiros, Sylvio de Barros e Rafael Capoani vêm fazendo um grande Dakar e, com um Mini da equipe alemã X-Raid, terminaram a etapa em 15º na classificação geral, subindo para 11º ao fim de quatro etapas. 
 
Nas motos, Richard Fliter, com Honda, é o 61º colocado, com Ricardo Martins aparecendo em 72º com Yamaha. Gregório Caselani enfrentou uma série de problemas, mas conseguiu chegar ao acampamento do Dakar em Tupiza em 102º, se colocando em 108º ao fim de quatro dias de Dakar.
 
Na classificação geral dos UTVs, Ruijin e Delaunay lideram o Rali Dakar com tempo total de 19h05min43s, 1h58min09s de vantagem para Torres e Roldan. 
 
A altitude, uma das grandes marcas do Dakar em solo boliviano, será um dos grandes desafios e pilotos e navegadores nesta sexta-feira em que o rali vai deixar Tupiza em direção a Oruro, com um percurso total de 692 km, sendo 447 km de trecho cronometrado. Em pleno Altiplano boliviano, os competidores vão enfrentar uma enorme variedade de terreno e também condições climáticas bastante adversas neste quinto dia de prova na América do Sul.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube