Toyota confirma estreia de Alonso no Dakar de 2020 na Arábia Saudita

A Toyota confirmou oficialmente que Fernando Alonso vai estrear no Rali Dakar. O bicampeão mundial de F1 vai correr ao lado do navegador Marc Coma, pentacampeão da prova nas motos. A fabricante japonesa confirmou também como pilotos o tricampeão Nasser Al-Attiyah, Giniel de Villiers — vencedor da prova em 2009 — e Bernhard Ten Brinke

Como esperado, a Toyota confirmou a inscrição de Fernando Alonso para o Rali Dakar de 2020, durante evento realizado nesta quinta-feira (24) em Barcelona. 
 
O maior rali do mundo, que pela primeira vez vai ser disputado na Arábia Saudita (entre 5 e 17 de janeiro), vai marcar também a estreia do bicampeão mundial de F1 na competição. Alonso, desde o começo do segundo semestre, vem fazendo sua imersão no mundo off-road apoiado pela Toyota — marca pela qual disputou o Mundial de Endurance em 2018/19 e venceu duas vezes as 24 Horas de Le Mans.
Fernando Alonso vai formar dupla com Marc Coma no Dakar de 2020 (Foto: Toyota)
Alonso vai ser um dos pilotos responsáveis por guiar o Toyota Hilux V8, formando um line-up dos mais respeitáveis ao lado do tricampeão (e atual) do Dakar, Nasser Al-Attiyah, Giniel de Villiers (campeão em 2009) e Bernhard Ten Brinke. Alonso vai formar dupla com outro lendário nome do maior rali do mundo: Marc Coma, pentacampeão do Dakar nas motos.
 
Como parte da preparação desde que mostrou interesse em disputar o Dakar, Alonso, com o apoio da Toyota e ao lado de Coma, disputou duas provas: uma etapa do Campeonato Sul-Africano de Cross-Country, a Lichtenburg 400, em setembro — prova em que chegou a capotar
 
E, no começo de outubro, o Rali do Marrocos, que serve como grande prévia para o Dakar e contou com a presença de grandes favoritos à vitória, como Al-Attiyah, De Villiers, além do Mr. Dakar Stéphane Peterhansel — dono de incríveis 13 triunfos na prova — e Carlos Sainz, pai do piloto da McLaren na F1.
 
Alonso contou com a participação direta de Al-Attiyah e De Villiers na sua ambientação ao universo dos ralis. O sul-africano foi determinante no seu aprendizado, com o espanhol testando na África do Sul e na Namíbia, enquanto Nasser o acompanhou durante dias de treinamento no Catar, onde Alonso se divertiu a bordo de um UTV ao lado do tricampeão.O bicampeão da F1 também realizou sessões de testes na Polônia.
 
Dentre a escalação da Toyota, Al-Attiyah é a grande estrela. O catariano, que inclusive já disputou o Rali dos Sertões no Brasil, triunfou no Dakar com três marcas diferentes: Volkswagen, Mini e Toyota. Nasser, também medalhista olímpico no tiro, vai contar com a navegação do francês Matthieu Baumel.
 
Alonso, que faz seu debute no maior rali do mundo, parte na Arábia Saudita com um objetivo maior de chegar à zona de meta em 17 de janeiro, em Al-Qiddiya. A ASO (Amaury Sport Organisation), empresa que promove e organiza o Dakar, fechou um contrato de cinco anos com o país após o ciclo de dez anos (2009 a 2019) da competição na América do Sul.

Paddockast #38
CORRIDAS POLÊMICAS DA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube