Rali
11/02/2016 18:27

Vice-campeão do Dakar nas motos em 2014, Viladoms se aposenta e vira gerente-esportivo de rali da KTM

Jordi Viladoms, que terminou com o segundo lugar entre as motos no Rali Dakar em 2014, vai encerrar sua carreira como piloto, mas continuar envolvido com a divisão de rali da KTM. O espanhol passa direto ao cargo de gerente-esportivo de rali
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 Jordi Viladoms (Foto: Marcelo Maragni/Red Bull Content Pool)

Aos 36 anos de idade, Jordi Viladoms está se aposentando das funções de piloto para se tornar gerente-esportivo de rali da KTM. O vice-campeão do Rali Dakar entre as motos em 2014 sai direto após uma 17ª colocação em 2016. Agora é hora de deixar as motos para os pilotos que ele vai mentorar, segundo ele e a equipe confirmaram em comunicado na tarde da última quarta-feira (10).
 
Desde Fabrizio Meoni em 2001, a KTM começou um domínio sem precedentes entre as motos no Dakar - são 15 vitórias seguidas. Sem Viladoms, a equipe se joga de vez numa nova geração. Os dois primeiros colocados de 2014 agora estão foram, já que Marc Coma se aposentou em 2015. Toby Price, campeão de 2016, vai ser o cabeça do time no futuro de cima das motos, enquanto Viladoms dá ordens.
Jordi Viladoms e Toby Price (Foto: KTM)
"Estou muito feliz com as experiências que tive em minha carreira ativa, mas agora é o momento certo para que eu faça essa mudança. Depois de dez anos, estou completamente saudável e muito motivado para minha nova tarefa. Minha meta é passar minhas expeiências pessoais e conhecimentos para nossa geração mais jovem de pilotos e tornar isso acessível para todos os pilotos na equipe", disse.
 
O chefe do rali da KTM, Alex Doringer, ressaltou o quanto o espanhol é importante no trabalho com os pilotos mais jovens.
 
"Os últimos meses, especialmente o Rali Dakar, mostraram o quão importante é Jordi Viladoms para nossos jovens e a nova geração da equipe. Em adição a isso, sua Espanha oferece treinamento perfeito e a distância para o Marrocos é não muito grande de sua casa. Estamos perdendo um de nossos melhores pilotos, mas ganhando força em outra parte muito importante do nosso time", encerrou.
 
VEJA A EDIÇÃO #15 DO PADDOCK GP, COM LUCAS DI GRASSI