Despres e Vigouroux/Winocq celebram título do Rali do Marracos. Nos carros, Spinelli é terceiro

Guilherme Spinelli e Youssef Haddad terminaram com a terceira colocação entre os carros no Rali do Marrocos. Felipe Zanol, nas motos, ficou com o sétimo posto. Os campeões foram Cyril Despres e Eric Vigouroux/Alexandre Winocq

O último dia do Rali do Marrocos, disputado neste sábado (20), serviu para consagrar os pilotos franceses. Cyril Despres, nas motos, e Eric Vigouroux/Alexandre Winocq, nos carros, puderam comemorar o título da competição. Os brasileiros também foram bem e terminaram no top-10. Felipe Zanol foi o sétimo nas duas rodas, enquanto Guilheme Spinelli/Youssef Haddad conquistou uma boa terceira colocação nos carros.

Neste sábado, os competidores tiveram um dia bem mais tranquilo, se comparado às dunas enfrentadas nos últimos dias. Ao todo, os participantes enfrentaram 35 km de ligação e 171 km de trecho cronometrado.

Eric Vigoroux venceu o Rali do Marrocos (Foto: Rali do Marrocos/Facebook)

Entre as motos, Helder Rodrigues, da Honda, levou a melhor nesse último dia de competições ao demorar 1h50min50s para atravessar todo o percurso. A segunda colocação ficou com Juan Pedrero-Garcia, que finalizou apenas 19s atrás do piloto luso, com Despres chegando em terceiro, com 27s de atraso.

Sam Sunderland concluiu em quarto, seguido por Paulo Gonçalves. Joan Barreda, Chaleco Lopez, Frans Verhoeven, Alessandro Botturi e Olivier Pain completaram o grupo dos dez primeiros colocados. Zanol foi o 12º, com 5min35s de atraso para o companheiro de equipe.

Na classificação geral, quem riu por último foi Despres. Conhecido pelo temperamento forte, o francês completou os seis dias de competições em 17h58min36s, fechando com 6min52s de vantagem para Barreda. Chaleco Lopez completou o rali em terceiro, seguido por Verhoeven e Paulo Gonçalves. Zanol concluiu na sétima colocação, com um déficit de 49min23s.

Na disputa dos carros, quem levou a melhor no último estágio foi Krzysztof Holowczyc/Filipe Palmeiro. A bordo do Mini da equipe X-Raid, o polonês completou o último dia em 1h57min29s, sendo 2min20s mais rápido que o Mitsubishi dos brasileiros Spinelli e Haddad. Os russos Leonid Novitskiy e Oleg Tyupenkin, em outro Mini, terminaram com a terceira colocação.

Na soma dos tempos, quem pôde comemorar foi a dupla francesa formada por Eric Vigouroux e Alexandre Winocq. Mesmo com o 15º lugar obtido na especial de hoje, o duo gaulês encerrou o rali com uma vantagem de 17min43s para Novitskiy/Tyupenkin. Spinelli/Haddad ficou com a terceira colocação, com 23min23s de déficit para os vencedores.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube