Sylvio de Barros, piloto do Sertões e da Porsche Cup, morre aos 57 anos

Sylvio de Barros começou a carreira como empresário, mas se aventurou no esporte a motor e chegou a correr no Dakar em duas oportunidades, além de provas no Sertões e da Porsche Cup

O automobilismo brasileiro está de luto. Morreu, na última segunda-feira (27), o piloto e empresário Sylvio de Barros. Ele estava de férias em Joanópolis (SP), mas a causa oficial da morte ainda não foi revelada.

Sylvio Alves de Barros Netto nasceu em São Paulo, no dia 21 de fevereiro de 1967. Formado em administração de empresas, logo tornou-se empresário e foi responsável pela criação de empresas como Webmotors, Minha Vida, Magnopus e zFlow, além de participação no iCarros.

A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) emitiu breve comunicado confirmando a morte de Barros e ressaltando que “brilhou dentro e fora das pistas”. A entidade, em nome do presidente Giovanni Guerra, ainda ofereceu amparo a “familiares e amigos neste momento de dor”.

Apaixonado por esporte a motor, decidiu se aventurar durante a década de 1990. No Sertões, correu nas motos por oito anos e chegou a vencer a subcategoria Production em 1995. Depois, participou do rali com UTV e mudou para os carros, onde correu até o ano passado.

Sylvio de Barros em ação no Sertões 2023 (Foto: Duda Bairros/Sertões)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

O piloto também se aventurou no famoso Dakar, o mais temido rali do mundo. Em 2007, sofreu acidente no Marrocos. Em 2017, voltou à disputa e terminou na 18ª colocação.

Na Porsche GT3 Challenge, Sylvio foi campeão em 2011 e 2012. Em 2018, levou a melhor na classe GT3 4.0, mas recentemente fazia apenas participações esporádicas, como quando correu ao lado de Caio Collet na temporada 2023.

A família de Sylvio de Barros anunciou que o velório será realizado em Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo, nesta terça-feira (28), a partir de 19h. O piloto deixa esposa e dois filhos, André e Stella.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.