Seletiva BR
01/11/2017 16:53

Último classificado para final, Rosate vibra com título da Seletiva em “pista de casa”: “Praticamente moro aqui”

João Rosate foi o último a se garantir na final da Seletiva, mas simplesmente dominou a decisão e confirmou o título com um segundo lugar na segunda corrida final na sua “pista de casa” na Granja Viana
Warm Up / GABRIEL CURTY, da Granja Viana
 João Rosate foi o grande campeão (Foto: Divulgação)

João Rosate sobrou muito na final da Seletiva de Kart Petrobras 2017. Nesta quarta-feira (1), o goiano dominou todas as sessões, perdendo apenas a segunda corrida decisiva por deixar o amigo Murilo Coletta passar na reta final e, assim, também carimbar o passaporte para a Itália. O detalhe da vitória de Rosate é que ele foi o último dos 12 a se garantir na final, passando na bacia das almas na classificatória da Paraíba.
 
Rosate explicou o drama de sua classificação para a final justificando que só uma combinação de fatores o colocaram na decisão da Seletiva.
 
"Eu nunca fui piloto de Graduados, a categoria da Seletiva. Meu foco é todo na Rotax e nos carros, então eu só tive uma oportunidade para me classificar, que foi na Copa Brasil, quando ganhei o equipamento e agradeço muito a Techspeed por isso. Lá eu tive problemas até na final. Dei sorte que, dos quatro pilotos que podiam ficar com a vaga, um quebrou e aí eu dei lá três voltas, cheguei na frente dele e me classifiquei", disse o campeão ao GRANDE PRÊMIO
João Rosate venceu a Seletiva 2017 (Foto: Divulgação)
O piloto explicou que, depois de se classificar de forma dramática, tudo ficou mais fácil. Para ele, a experiência de longa data na Granja Viana fez total diferença.
 
"Chegando aqui era outra história. Eu praticamente moro aqui, eu vivo andando nessa pista, com esse motor Biland, então tudo me favoreceu. Era tudo questão de acerto, quem tinha mais a mão da libra se saiu melhor. No final, era questão de saber quem tinha chance de me passar. A hora que eu vi que na última volta o Okada não estava lá, resolvi deixar o Murilo me passar para a gente ir para a Itália junto. É uma parada nossa. Estou muito feliz, foi perfeito, só tenho a agradecer", completou o goiano.
 
Rosate vive um 2017 realmente especial. O goiano, além do título da Seletiva, também lidera a temporada 2017 da Sprint Race, primeiro passo no turismo brasileiro.
 
FORÇA DE VETTEL VALORIZA TÍTULO

É UM PRIVILÉGIO VER HAMILTON CHEGANDO AO TETRA NO AUGE