Stock Car

Abreu garante top-10 para Shell em Londrina, enquanto Zonta busca arrumar carro por “máximo de pontos”

Átila Abreu conseguiu o 10° lugar no grid de Londrina para a corrida 1 do próximo domingo (9), indicando estar recuperado da lesão na vértebra que sofreu no início da temporada 2019 da Stock Car. Ricardo Zonta sai em 19°, após treino de classificação com problemas no carro. E Galid Osman e Gaetano Di Mauro garantiram a Shell com todos os pilotos no top-20

Grande Prêmio, de Londrina / FELIPE NORONHA, de Londrina
Não foi o dia ideal para a Shell no calor de Londrina, com os carros fora do Q3 no treino de classificação deste sábado (8). Mas há coisas positivas e esperanças para as corridas da rodada dupla do próximo domingo para a equipe.

O melhor exemplo é Átila Abreu: o #51, que retornou ao grid em Goiânia, após lesão na vértebra, larga na corrida 1 fechando o top-10. Todos os pilotos da equipe, de qualquer forma, estão entre os 20 primeiros: Gaetano Di Mauro sai logo atrás de Abreu, em 11°, enquanto Galid Osman é o 16° e Ricardo Zonta, 19°.
Ricardo Zonta (Foto: José Mario Dias)
Zonta não conseguiu avançar para a segunda parte do treino, o Q2, por problemas de tração no carro. Agora, o plano do paranaense é alcançar o máximo possível de pontos após correções no #10.

"Nós temos um carro que gasta menos pneus que outros carros. A estratégia agora e marcar a maior quantidade de pontos que der na primeira corrida e focar na segunda. Estamos largando muito atrás, temos que tentar entender o que aconteceu e tentar arrumar para amanhã", disse Zonta.
Átila Abreu (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Paddockast #21
A primeira vez a gente nunca esquece: as vitórias dos maiores nomes do esporte



Para o melhor do dia no quarteto, Abreu, o dia foi de "melhor acerto" do que na sexta-feira de treinos livres, e o 10° lugar é bom ao se pensar na estratégia para duas provas.

"Foi uma tomada no mínimo interessante. Minha primeira volta no Q1 foi meio conturbada, consegui esfriar na outra volta e fazer mais uma tentativa mais competitiva. Mas duas voltas, em um asfalto abrasivo como esse, já complica muito."

"No Q2, o carro começou a ficar mais traseiro com o desgaste de pneus e não consegui encaixar a volta. Acho que é uma boa posição de largada pensando nas duas corridas. Estou voltando agora, em um fim de semana com menos problemas. É uma questão de acerto, falta um pouco de ajuste. Vamos trabalhar para amanhã estar tudo bem", completou o piloto.
Gaetano di Mauro (Foto: Duda Bairros/Vicar)
Para o mais jovem deles, Di Mauro, era possível uma posição melhor, ao mesmo tempo em que o 11° lugar pode ajudar na corrida 2, que tem inversão de grid.

"Isso no caso de pensar só na corrida 2. E é uma posição que podemos largar e ir para frente. Agora são pequenos detalhes para ajustar para a corrida e focar bastante. Tenho certeza que tudo vai dar certo.”
Galid Osman (Foto: José Mario Dias)
Por fim, Osman ficou a uma posição de chegar ao Q2 e garantir uma melhor condição de largada. Mas foi "pego de surpresa" pelo grupo 2 do Q1 e tem esperança em boas corridas no domingo.

“Ficamos na lista de corte, foi uma pena. Eu tinha um carro muito bom com pneus usados, estava bem confiante. Infelizmente fui pego de surpresa com o pessoal do grupo 2, mas estou satisfeito. É uma posição que dá para fazer duas boas corridas, terminar entre os 10 na primeira e ir para cima na segunda", finalizou.

A corrida 1 da Stock Car em Londrina está marcada para 12h (de Brasília) do próximo domingo (9). A corrida 2 começa às 13h.

GRANDE PRÊMIO acompanha in loco, direto de Londrina, a quarta etapa da temporada 2019 da Stock Car, com o repórter Felipe Noronha. 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.