Após dobrar vantagem sobre Fraga, Serra valoriza consistência de carro da Eurofarma em rodada dupla

Daniel Serra entrou na etapa de Londrina com 17 pontos de vantagem sobre Felipe Fraga - que foi o pole da corrida 1. Mas, na pista, ele inverteu a situação e saiu com o dobro na ponta: agora, é líder com 34 pontos a mais que o rival. Assim, ele elogiou a consistência do carro de sua equipe

Costumeiramente um piloto discreto em termos de festejos na Stock Car, Daniel Serra vibrou muito no pódio de Londrina, no último domingo (21), mesmo sem vitória: é que o #29, com a quarta colocação na corrida 1, e a segunda na corrida 2, dobrou a vantagem sobre Felipe Fraga, o vice-líder, e aumentou suas chances de bicampeonato.

Agora, Serra tem 34 pontos a mais que o adversário: 270 a 236. E isso faltando apenas duas etapas e com Londrina, a antepenúltima do ano, marcada por uma bela ultrapassagem do piloto sobre Fraga na corrida 2 – quando o piloto da Cimed estava em segundo e ele em 3°.

Seria essa ultrapassagem simbólica em caso de título? Foi o que o GRANDE PRÊMIO perguntou ao piloto da Eurofarma após a etapa londrinense.

Átila Abreu, Daniel Serra e Ricardo Maurício no pódio da corrida 2 em Londrina(Foto: Renato Mafra/RC Eurofarma)

"Com certeza é uma ultrapassagem importante porque inverte: em vez dele fazer dois pontos a mais do que eu, ou três pontos naquele momento, sou eu fazendo a mais que ele. Então em vez de diminuir, aumentei, é como se fossem seis pontos na diferença", analisou. 

"Foi importante para o campeonato e, além disso, foi importante o ritmo que a gente tinha na corrida 2, muito bom, bem rápido. Eu saí do box com uma diferença grande para ele, e a gente conseguiu ir tirando isso na pista, e acho que é importante esse lado da motivação para a equipe", seguiu.

Ele ponderou que conseguiu essa passagem mesmo com o carro da Eurofarma tendo apresentado menos velocidade que os da Cimed recentemente: "Eu acho que hoje a gente está um pouquinho atrás deles em termos de velocidade. Eles vêm de três poles seguidas, duas com o Felipe e uma com o Marcos (Gomes)", disse.

"Mas eu acho que a gente tem um carro muito bom de corrida. O nosso carro consegue se manter consistente nas duas baterias", completou.

Daniel Serra (Foto: Fernanda Freixosa/Stock Car)

Por fim, Serra analisou a vantagem na liderança pensando nas etapas finais: "Aumentar a vantagem é sempre importante, independentemente de quanto seja. Um, dois pontos, um ponto já faz diferença lá na última etapa."

"É lógico que a posição que a gente estava ontem não esperava dobrar a pontuação (Serra largou em quarto, com Fraga na pole). Esperava fazer bons pontos, mas o Felipe tinha uma boa posição de largada em relação à gente, largando em primeiro. Mas acho que foi um final de semana importante, consistente, um bom carro na corrida 2 e marcar bastante ponto, se não me engano foram 36. Então foi um final de semana importante para o campeonato", finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube