Átila comanda última sessão de treinos antes da classificação em Curitiba. Barrichello fecha em 20°

Átila Abreu foi o mais rápido no terceiro e último treino livre da Stock Car em Curitiba neste sábado (20). Estreante na categoria nacional, Rubens Barrichello terminou em 20°

Mais uma vez, a chuva se fez presente em um treino da Stock Car em Curitiba neste final de semana. A terceira e última sessão antes da classificação começou com chuva, mas viu o asfalto secar. E quem melhor tirou proveito disso foi Átila Abreu, que cravou 1min20s356 já na parte final das atividades matutinas na pista paranaense, que recebe a décima etapa do campeonato. O treino deste início de sábado (20) ainda viu Daniel Serra assinalar a segunda melhor marca da sessão. Thiago Camilo completou o top-3. 

Líder do campeonato, Cacá Bueno, embora tenha liderado a sessão enquanto o seu grupo esteve na pista, terminou os trabalhos em 17°, três posições à frente de Rubens Barrichello, o estreante do fim de semana.

Átila Abreu liderou o último treino livre em Curitiba neste sábado  (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Confira como foi o terceiro treino livre da Stock Car em Curitiba neste sábado

Assim como acontecera na primeira sessão de ontem, o terceiro treino livre na pista de Curitiba começou debaixo de chuva neste sábado (20). A temperatura baixa também marcou o começo da atividade matutina da categoria nacional. Mas nada disso impediu que Valdeno Brito comandasse os instantes iniciais do treino.

O paraibano foi para a ponta da sessão ao cravar 1min31s693, tendo a companhia de Rubens Barrichello, que também foi logo à pista, assim que o treino foi autorizado. A diferença entre ambos neste início era de 1s2. Luciano Burti, Lico Kaesemodel e Vitor Meira completavam o top-5. Mas aí, a medida que a chuva diminuía, a sessão ganhou novos participantes. E logo Cacá Bueno surgiu na frente.

Com a pista ainda muito molhada, o líder do campeonato levou quatro voltas para cravar 1min29s640 e superar Valdeno, que já rodava em 1min29s722. Ricardo Maurício era o terceiro da tabela, a frente de Barrichello, Burti e Galid Osman. Cerca de dez minutos depois, a chuva finalmente deu uma trégua, e o asfalto curitibano começou a melhorar, o que permitiu a Cacá também abaixar suas marcas.

Primeiro, o piloto da Red Bull assinalou 1min28s832, depois foi a 28s674, para fechar sua participação na ponta do grupo 1, com 1min28s348. Maurício seguiu o rival e também foi melhorando seus tempos até obter 1min28s883 e assegurar a segunda colocação. Valdeno terminou mesmo em terceiro, seguido por Barrichello e Vitor Meira.

Quando o segundo grupo foi à pista, o asfalto já estava em melhores condições, o que se refletiu nos tempos de voltas. E não demorou muito para os integrantes do grupo complementar andarem abaixo das marcas de Cacá. Thiago Camilo apareceu bem em primeiro no início da segunda fase do treino ao virar 1min27s017. Max Wilson era o segundo, logo à frente de Daniel Serra e Eduardo Leite. Cacá já caia para décimo neste ponto do treino.

Logo Camilo melhorou e alcançou 1min26s377, trazendo junto Serrinha, que vinha 0s182 atrás. Xandinho Negrão, também em volta muito boa, pintava em terceiro. Thiago ainda viraria 1min26s132 antes de ver Átila Abreu cravar 1min24s737. Ricardo Sperafico seguiu a balada do paulista e, com 1min25s704, subiu para segundo, empurrando o piloto da RCM para terceiro. Mas a pista melhorava a todo momento, o que acabou causando um revezamento de posições na tabela de tempos, mas sempre com Átila à frente.

No fim, Abreu se valeu do asfalto mais seco e registrou 1min20s356, para ficar com a primeira colocação definitiva. Daniel Serra acompanhou o adversário e se colocou em segundo, com uma desvantagem de 0s350. Camilo ainda fechou em terceiro, à frente de Duda Pamplona e Allam Khodair. No cômputo geral, Rubens Barrichello, que estreia an Stock neste final de semana, terminou com o 20° tempo.

A classificação, que vai definir o grid de largada, acontece logo mais, às 12h10 de Brasília.

Stock Car, Etapa de Curitiba, treino livre 3:

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube