Stock Car

Átila dá volta por cima após série de azares e vence em Santa Cruz do Sul antes das 'férias' da Stock Car

Átila Abreu travou grande duelo com Thiago Camilo e contou com a ajuda do Fan Push para fazer a ultrapassagem e espantar a 'zica' que o perseguia em 2018, levando a Shell V-Power à primeira vitória na temporada. E Daniel Serra consolidou a grande folga no campeonato ao terminar em quinto lugar

Warm Up, de Santa Cruz do Sul / FERNANDO SILVA, de Santa Cruz do Sul

A prova que fechou a rodada de Santa Cruz do Sul em grande estilo marcou a volta de Átila Abreu no topo do pódio da Stock Car. O piloto da Shell V-Power deixou para trás uma série de azares que marcou a primeira parte da temporada e aproveitou o Fan Push para vencer o duelo com Thiago Camilo, fazer a ultrapassagem e tomar a liderança para triunfar no interior gaúcho, fazendo a festa com a equipe chefiada por Thiago Meneghel.

Camilo terminou em segundo lugar, com Felipe Fraga, que teve o motor quebrado no começo da classiicação, comemorando um lugar no pódio. Marcos Gomes fechou um grande fim de semana como o maior pontuador, com 42 pontos, ao cruzar a linha de chegada em quarto, enquanto Daniel Serra, outro com uma bela jornada em Santa Cruz do Sul, fechando o rol dos cinco primeiros.
Átila Abreu faz a festa no topo do pódio em Santa Cruz do Sul (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar/Vipcomm)
Rubens Barrichello foi o sexto, seguido por César Ramos e Felipe Lapenna. Julio Campos e Valdeno Brito completaram a lista dos dez melhores colocados da prova que fechou a primeira parte da temporada, que faz uma pausa de dois meses e meio por conta da Copa do Mundo e volta com a Corrida do Milhão em 5 de agosto, em Goiânia.

A pontuação do campeonato mostra Serra mais líder do que nunca. Agora, o campeão tem 152 pontos, 43 à frente de Gomes, o novo vice-líder. Fraga é o terceiro e tem 91, um a mais que Max Wilson. Julio Campos soma 87, contra 80 de Cacá Bueno, que caiu de segundo para o sexto lugar. Rubens Barrichello também acumula 80. Lucas Di Grassi, mesmo ausente da etapa de Santa Cruz, segue no top-10 com 68, em oitavo, com dois a mais em relação a Thiago Camilo. E Átila Abreu agora é o novo décimo colocado, com 63.

O GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' a etapa de Santa Cruz do Sul com os repórteres Fernando Silva e Vitor Fazio. Acompanhe tudo aqui.

Saiba como foi a corrida 2 da Stock Car em Santa Cruz do Sul

Pouco antes da largada, a Stock Car anunciou os vencedores do Fan Push, o botão de ultrapassagem extra após votação com os fãs: Bia Figueiredo, Rubens Barrichello, Ricardo Maurício, Átila Abreu, Bruno Baptista e Nonô Figueiredo.

A primeira volta foi repleta de confusões, toques e abandonos. Sem contar Cacá Bueno e Bruno Baptista, que nem largaram por conta do acidente na corrida 1, Ricardo Maurício, Rafael Suzuki, Max Wilson e Lucas Foresti abandonaram, assim como Bia Figueiredo, que ficou atolada numa vala após ser uma das vítimas das 'tretas' em Santa Cruz. Foi inevitável a entrada do safety-car.

Felipe Lapenna largou bem e manteve a primeira posição, seguido por César Ramos, Thiago Camilo e Allam Khodair. Pouco antes da relargada, as primeiras gotas de chuva começavam a dar as caras na região do circuito. E com a bandeira verde, Ramos chegou a passar Lapenna no fim da reta, mas o piloto da Cavaleiro reverteu a manobra para voltar à liderança. Pouco depois, Denis Navarro foi punido com um drive-through por ter tocado no carro de Tuka Rocha, que acabou ficando no fim do grid.
Felipe Lapenna manteve a liderança após a largada da corrida 2 (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar/Vipcomm)
A prova seguia complicada. Gabriel Casagrande era outro a deixar a disputa. Já Daniel Serra, que estava em sexto, fazia a melhor volta da prova e pressionava um pelotão que tinha, à sua frente, Átila Abreu, Allam Khodair, Camilo e Ramos, enquanto Lapenna tentava abrir vantagem na frente.

A expectativa estava com a abertura da janela para o pit-stop obrigatório. Com 19 minutos para o fim da corrida, Lapenna puxou a fila e foi o primeiro a fazer a parada na abertura da volta 14. Camilo, Khodair, Átila, Marcos Gomes e Barrichello seguiram por mais uma volta antes da troca de pneus. Dentre os ponteiros, Ricardo Zonta e Galid Osman foram os últimos a parar.

Após a troca de pneus, Camilo assumiu a liderança da corrida, tendo 1s693 de frente para Átila, enquanto Fraga vinha em terceiro lugar, seguido por Ramos, Serra e Lapenna, com o vencedor da prova 1, Gomes, em sétimo lugar.
Uma grande confusão marcou a primeira volta da prova derradeira do fim de semana (Foto: Duda Bairros/Vicar/Vipcomm)
Com uma performance exuberante, Serra ganhava mais uma posição e subia para quarto após passar Ramos, ficando perto de brigar de novo pelo pódio. E Átila abria de vez o duelo pela vitória contra Camilo, se aproximando muito do #21.

A batalha entre dois dos grandes pilotos do grid da Stock Car se intensificou na volta 21, restando oito minutos para o fim. Com o Fan Push acionado na reta dos boxes, Átila finalmente fez a ultrapassagem e assumiu a liderança da corrida. Camilo ficava um pouco para trás e passava a sofrer com a pressão de Fraga, enquanto Serra buscava encostar no top-3.
O momento da ultrapassagem decisiva. Átila contou com o Fan Push para passar Camilo (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar/Vipcomm)
Nas voltas finais, Serra perdeu um pouco de ritmo e foi ultrapassado por Marcos Gomes, que completava um grande fim de semana em Santa Cruz do Sul. Marquinhos lutava com Fraga por um lugar no pódio em duelo interno da Cimed, enquanto Camilo vinha logo à frente, ainda tentando uma última pressão para cima de Átila.

Mas o sorocabano conseguiu resistir até o fim para conquistar uma vitória pra lavar a alma depois de uma primeira parte bem difícil de campeonato, com três quebras seguidas de câmbio e a falha no pit-stop que lhe tirou a chance de triunfar em Londrina. Abreu parte para as férias da Stock Car com o sorriso da festa no topo do pódio em Santa Cruz do Sul.

Stock Car 2018, Santa Cruz do Sul, corrida 2, final: 

1 51 ÁTILA ABREU SP SHELL RACING 42:11.815 29 voltas
2 21 THIAGO CAMILO SP A.MATTHEIS +1.486  
3 88 FELIPE FRAGA PA CIMED +2.761  
4 80 MARCOS GOMES SP CIMED +2.934  
5 29 DANIEL SERRA SP RC/EUROFARMA +7.220  
6 111 RUBENS BARRICHELLO SP FULL TIME +8.012  
7 30 CÉSAR RAMOS RS BLAU +9.835  
8 110 FELIPE LAPENNA SP CAVALEIRO +10.341  
9 4 JÚLIO CAMPOS PR PRATI DONADUZZI +10.592  
10 77 VALDENO BRITO PB CARLOS ALVES/EISENBAHN +11.361  
11 1 ANTONIO PIZZONIA AM PRATI DONADUZZI +13.359  
12 70 DIEGO NUNES SP FULL TIME +15.403  
13 10 RICARDO ZONTA PR SHELL RACING +16.127  
14 18 ALLAM KHODAIR SP BLAU +17.553  
15 73 SÉRGIO JIMENEZ SP SQUADRA G-FORCE +17.741  
16 101 NONÔ FIGUEIREDO SP HERO +17.940  
17 117 GUILHERME SALAS SP HOT CAR/BARDAHL +22.063  
18 25 TUKA ROCHA SP VOGEL +40.019  
19 28 GALID OSMAN SP CAVALEIRO +11 voltas  
20 9 GUGA LIMA PR SQUADRA G-FORCE +15 voltas  
21 5 DENIS NAVARRO SP CAVALEIRO +23 voltas  
22 83 GABRIEL CASAGRANDE PR VOGEL +24 voltas  
23 46 VITOR GENZ RS CARLOS ALVES/EISENBAHN +24 voltas  
24 12 LUCAS FORESTI DF CIMED +29 voltas  
25 65 MAX WILSON SP RC/EUROFARMA +29 voltas  
26 8 RAFAEL SUZUKI SP HOT CAR/BARDAHL +29 voltas  
27 3 BIA FIGUEIREDO SP A.MATTHEIS +29 voltas  
28 44 BRUNO BAPTISTA SP HERO NL  
29 0 CACÁ BUENO RJ CIMED NL  
30 90 RICARDO MAURÍCIO SP FULL TIME NL  


A NOVA ESTRELA DA FÓRMULA E

DECISÃO DE MASSA PELA FE É OUSADA, CORAJOSA E MUITO SEGURA