Barrichello assume que focou em vitória na corrida 2: “Carro se mostrou mais competitivo”

Rubens Barrichello levou o triunfo na corrida 2 de Goiânia. Foi estratégia pensada com a Full Time? Ele assumiu que sim

Paddockast #71 | A volta da Stock Car, com Átila Abreu e Cacá Bueno
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

Rubens Barrichello ocupou a sétima posição no grid de largada para a corrida 1 em Goiânia, que abriu a temporada 2020 da Stock Car neste domingo (26). Terminou no mesmo posto, mas após fazer um parada longa nos boxes, com abastecimento.

Era estratégia: tal como em 2019, quando brilhou mais nas provas de encerramento de etapas do que nas primeiras, a tática deu certo e ele venceu a corrida 2 com tranquilidade.

Após o triunfo, assumiu que o jogo foi pensado com Maurício Ferreira, chefe da Full Time, sim: “Na corrida 1, com certeza eu não tinha chances reais de vitória. Então eu decidi ir para a economia de combustível, e parando no final me fez ter pneu um pouco mais novo para a corrida 2”, explicou, ao também repetir a estratégia de só parar no último giro da janela.

Rubens Barrichello (Foto: Duda Bairros/Vicar)

Na metade da corrida 2, o safety-car entrou na pista, após pane no carro de Allam Khodair. Naquele momento, o #11 chegou a se preocupar, mas passou rápido.

“Com o saftyy-car todo mundo ficou mais ou menos na mesma regra. Mas nosso pensamento foi sim para ganhar a segunda prova. Até porque o carro se mostrou mas competitivo nela do que na primeira, tanto que fiz a melhor volta”, completou.

Barrichello é o segundo colocado na classificação geral da Stock Car após esta etapa. Com 38 pontos, só fica atrás de Ricardo Maurício, que tem um ponto a mais.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube