carregando
Stock Car

Barrichello estreia na Stock Car e disputa três últimas provas de 2012 pela Medley-Full Time

Rubens Barrichello chegou ao mundo da Stock Car. O piloto, que competiu em 2012 na Indy, participará da reta final do campeonato nacional no lugar antes pertencente a Marcos Gomes, suspenso por doping

Warm Up / VICTOR MARTINS, de São Paulo / RENAN DO COUTO, de São Paulo

O ano de 2012 marcará para Rubens Barrichello não apenas sua estreia na Indy, mas também na Stock Car. A notícia de que o piloto mais experiente da F1 competirá na Corrida do Milhão, a última de 2012, em 9 de dezembro, foi dada pelo programa 'Globo Esporte', nesta segunda (24), da TV Globo. Contudo, segundo apurou o Grande Prêmio, Barrichello disputará não só a prova milionária, mas, sim, as três últimas corridas do ano, em Curitiba, Brasília e São Paulo.

O que esperar do desempenho de Barrichello na Stock Car? Comente
As primeiras imagens de Barrichello como piloto da Stock Car
Allkartvídeo: veja kart de Eduardo Barrichello, filho de Rubens

Na equipe Medley-Full Time, Barrichello assumirá o lugar que, ao longo da temporada, já foi ocupado por outros dois pilotos, Marcos Gomes e Felipe Maluhy. O primeiro participou das seis primeiras corridas do ano, mas foi suspenso por doping em agosto. Nas duas últimas etapas, o posto foi ocupado por Felipe Maluhy, que seguirá ao volante na próxima prova, em Tarumã, no próximo dia 30. A data da estreia de Barrichello é 21 de outubro, na 10ª etapa de 2012. Poucos dias antes, em 15 de outubro, ele terá seu primeiro contato com o bólido da categoria, em um teste em Curitiba.

Rubens Barrichello na Stock Car (Foto: Miguel Costa Jr./MF2)

O acordo está ligado a um projeto social tocado pelo Instituto Barrichello Kanaan, que o ex-F1 mantém em sociedade com Tony Kanaan. Ele aceitou o convite em troca de uma contribuição de R$ 230 mil reais para a entidade, criada em 2005. “Não foi uma decisão difícil, já que o IBK será beneficiado e essa parceria será importante para a manutenção de seu trabalho de promoção da cidadania por meio do esporte”, afirmou o piloto, em nota.

Sem vaga na F1, Barrichello se mudou, em 2012, da Europa para os Estados Unidos. Em terras americanas, ele terminou o principal campeonato de monopostos do continente na 12º posição. Para assegurar a vaga que preencheu na KV, ele contou com o patrocínio da BMC (Brasil Máquinas), que não seguirá ao lado do piloto, conforme apurou o GP. A BMC também patrocina a equipe Full Time Sports na Stock Car, time B da Medley-Full Time.

As disparidades entre o tipo de carro com o qual está acostumado e o Stock Car foram comentadas pelo piloto. “Entrei no carro e é uma sensação completamente diferente daquela do meu dia a dia. Eu não vejo as rodas, tem uma cabina fechada em cima de mim... Acho que essa familiarização com uma coisa fechada vai demorar um segundo ou dois”, falou Barrichello.

O futuro de Barrichello na próxima temporada, porém, segue incerto. O brasileiro terminou seu primeiro campeonato na Indy sem saber o que fará em 2013. Insatisfeito com a KV, Barrichello iniciou negociações com outras equipes, dentre elas, Ganassi e Sam Schmidt.

► Flavio Gomes: Barrichello pensa em migrar de vez para a Stock Car
Victor Martins: Barrichello vai ter de procurar patrocinador para Indy