Cacá Bueno faz volta rápida no fim e lidera último treino em Brasília. Barrichello é 14º e Kanaan, 16º

Líder do campeonato, Cacá Bueno não havia feito nada demais até o último minuto do terceiro treino livre em Brasília. Aí resolveu aparecer, acelerou pelo anel externo do Autódromo Nelson Piquet e registrou a melhor volta do treino

Diria o ditado que os pilotos da Stock Car pularam da cama. Em um sábado que começou molhado em Brasília, os competidores da principal categoria de turismo do Brasil entraram na pista às 8h20 para o terceiro treino livre da penúltima etapa de 2012. Com o piso secando, aos poucos, durante a sessão, muitas alternâncias foram notadas nas primeiras posições. O desfecho, porém, foi bastante comum: Cacá Bueno em primeiro lugar.

O carioca, líder do campeonato deste ano, segue se mostrando como favorito para a corrida deste domingo. Depois de ser o mais rápido da sexta-feira, o piloto da Red Bull foi apenas coadjuvante no último treino livre na capital federal. Só que quando decidiu andar pra valer, não deu chances a ninguém e, no último minuto, registrou a melhor volta da sessão com uma margem de 46 milésimos para o segundo colocado, Galid Osman.

Rubens Barrichello chegou a ocupar a primeira posição em certo momento do treino, mas foi caindo até terminar na 14ª e antepenúltima posição do grupo 2. Tony Kanaan foi o 16º e último. O primeiro grupo, que encarou condições de pista bem piores, teve Átila Abreu como líder, mas o sorocabano foi somente o 17º na classificação final.

Cacá Bueno segue supremo em Brasília na manhã deste sábado (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)

Confira como foi o terceiro treino livre da Stock Car em Curitiba:

Às 8h20, os pilotos do grupo 1 começaram a se movimentar para entrar na pista por 45 minutos para o terceiro treino livre. Os primeiros tempos registrados foram um pouco mais altos que os registrados nas sessões da sexta-feira. O motivo: chuva. Com a pista molhada, obviamente os pilotos não conseguiram repetir o mesmo desempenho. A marca estabelecida no primeiro dia de atividades por Cacá Bueno foi 6s melhor do que as registradas nas primeiras voltas lançadas de hoje.

Giuliano Losacco, Ricardo Maurício e Thiago Camilo foram se revezando no topo da tabela de tempos. Andavam em 1min04s.  Aos poucos, as condições da pista foram melhorando, bem como os tempos.  O próprio Camilo foi dos primeiros a contornar o anel externo de Brasília em 1min03s, junto de Daniel Serra.

Neste meio tempo, por volta dos 17 minutos de treino, a bandeira vermelha precisou ser acionada na molhada capital federal. A última prática antes da tomada de tempos ficou paralisada por alguns momentos, antes de a pista ser reaberta para que pilotos e equipes retomassem suas avaliações.

Nos momentos finais do primeiro grupo, a pista estava bastante melhor e os tempos caíram drasticamente, com a formação do famoso ‘trilho’. A cada passagem pela cronometragem, algum nome novo aparecia na liderança, já na casa de 1min02s. Já depois do tremular da bandeira quadriculada, Átila Abreu voou e bateu o piloto da RCM por os5 ao cravar 1min01s986.

Mal começou a segunda parte do treino e Rubens Barrichello entrou na pista, sendo o primeiro a marcar tempo. Primeiro, sua volta foi ruim, acima de 1min04s, mas na passagem seguinte ele foi mais rápido e cravou 1min03s026. Nem 10 minutos foram necessários para que Átila fosse tirado da liderança – o que era de se esperar. Barrichello foi quem passou o sorocabano para assumir a dianteira. A partir de então, as mudanças de líder não cessariam.

Cacá pinta como grande favorito à pole, que será definida logo mais (Foto: Fernanda Freixosa/Vicar)

Na metade do tempo destinado ao segundo grupo, boa parte dos pilotos já não precisava nem de um minuto para completar volta. Quem seguia um pouco mais lento era Tony Kanaan, ainda sem quebrar essa barreira, embora estivesse melhor que o líder do primeiro grupo – só o faria mais tarde, no fim do treino. Lá na frente, Rodrigo Sperafico baixou, inclusive, da casa de 59s, mas foi superado por Nonô Figueiredo. Este, por sua vez, viu Galid Osman lhe tirar da ponta.

Mas um treino que foi tão imprevisível e aleatório, no que diz respeito à classificação dos competidores, terminou de forma previsível: com Cacá Bueno na ponta. No minuto final do terceiro treino livre, Cacá cravou 58s503 para desbancar Galid, Nonô e todo o restante do pelotão da Stock Car.

Stock Car, Brasília, terceiro treino livre:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube