Stock Car
15/08/2012 13:11 - Atualizada 15/08/2012 13:45

CBA suspende Feldmann por dois anos por recusa a exame antidoping na etapa do Velopark da Stock Car

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) suspendeu Alceu Feldmann por dois anos por conta da recusa do piloto em realizar o exame antidoping na etapa do Velopark da Stock Car
Warm Up / Redação GP, São Paulo
 (Foto: Duda Bairros/ Vicar)

A CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) anunciou nesta quarta-feira (15) que Alceu Feldmann foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter se recusado a fazer o exame antidoping na etapa do Velopark da Stock Car. Julgamento do caso aconteceu no último dia 8 e o piloto ficará afastado das competições pelo período de dois anos.

O piloto da WA Mattheis se recusou a fazer o exame antidoping durante a terceira etapa da temporada de 2012 da Stock Car. A justificativa de Alceu foi de que ele aguarda uma TUE, sigla para Therapeutic Use Exemption – Isenção para Uso Terapêutico, em português.
 

Feldmann foi punido para se negar a fazer exame antidoping no Velopark (Foto: Fernanda Freixosa/ Vicar)


De acordo com as regras que regem o antidoping, a recusa do exame implica na suspensão imediata do atleta pela autoridade nacional por um período de dois anos.

Em sua defesa, Feldmann alegou que tinha autorização do diretor-médico da CBA, Dr. Dino Altmann, para correr usando uma substancia dopante para uso terapêutico. O piloto, no entanto, nunca conseguiu a liberação (TUE) exigida pela WADA (Agência Mundial Antidoping).

Em entrevista à Revista Warm Up, Altmann confirmou que existe um pedido de Alceu para a liberação do uso de um medicamento, mas explicou que a não realização do exame impede qualquer defesa.

A decisão do STJD segue a norma da agência antidoping e pune o piloto por se recusar a ceder a amostra de urina necessária para a realização do exame.

“O piloto Alceu Feldmann foi punido no último dia 8 pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), e ficará suspenso por dois anos. A punição foi imposta após Feldmann ter se negado a fazer o exame anti-doping durante a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Stock Car, realizada entre os dias 4 e 6 de maio de 2012, no autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS)”, diz o comunicado da CBA.