Chefe de Camilo sugere descarte de pior resultado, mas diz que “tendência é que não mude”

Andreas Mattheis, que comanda a Ipiranga, revelou ao GRANDE PRÊMIO que gostria de uma mudança no regulamento da Stock Car para 2020, com o pior resultado de cada piloto descartado. Mas assume que não deve ocorrer

Um dos pontos polêmicos da temporada 2019 da Stock Car foi o regulamento, alvo de reclamações de quase todas as partes, mas que também proporcionou a chance da disputa pelo título ser emocionante até o fim.

Dentro dele, Thiago Camilo foi o vice, mesmo com seis poles e seis vitórias, contra só um triunfo de Daniel Serra, o campeão. Por isso, a Ipiranga, equipe de Camilo, não é a mais feliz com o regulamento da categoria.

Por isso, o GRANDE PRÊMIO foi perguntar a Andreas Mattheis, o chefe da equipe, se ele gostaria de mudanças para 2020. E a resposta é sim, inclusive sugerindo um descarte de pior resultado, mas já sabendo que dificilmente ocorrerá.

Andreas Mattheis (Foto: Duda Bairros/Stock Car)

"A tendência no nível internacional é não ter mais descartes, mas o nosso campeonato, especificamente, penaliza muito quando você tem um problema – principalmente quando tem um problema como o nosso, em que na terceira volta da corrida 1 em Santa Cruz do Sul o motor quebrou", comentou Mattheis.

"Estávamos 10 pontos à frente do Daniel, liderando o campeonato, e saímos 30 pontos atrás. Esses 40 pontos foram muito pesados – terminamos o campeonato 23 pontos atrás", continuou.

"Sob esse aspecto, então, a gente acharia justo que tivesse descarte, mas a tendência internacional é de não haver, então a tendência é que não vá mudar isso", concluiu o dirigente.

Segundo o GP apurou, o regulamento deve ser mantido para 2020 na questão da pontuação. Por enquanto, a única novidade confirmada é a volta da Corrida de Duplas, que abre o campeonato no dia 29 de março.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube