Stock Car

Com dificuldades financeiras, Fittipaldi Team cancela entrada imediata na Stock Car e tenta estreia em 2020

A entrada do Fittipaldi Team, desejada para 2019 na Stock Car, foi adiada. Com problemas financeiros, a equipe agora planeja estrear na principal categoria do automobilismo brasileiro em 2020

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
A Stock Car abre sua temporada 2019 no próximo final de semana, no Velopark. Mas, faltando quatro dias para os primeiros treinos, na sexta-feira (5), a categoria perdeu oficialmente uma equipe: a Fittipaldi Team, que desistiu de entrar no campeonato neste ano.

No final de 2018, a equipe chefiada por Wilson Fittipaldi Júnior havia anunciado a estreia na Stock Car para este ano, com participação de Roberto e Felipe Zullino como administradores, Ricardo Divila como engenheiro de equipe e Christian Fittipaldi, que fez sua última corrida na carreira nas pistas em Daytona, neste ano, como chefe na área esportiva.
Roberto Zullino, Wilson Fittipaldi Júnior e Felipe Zullino, gestores do Fittipaldi Team (Foto: Fernando Santos/Divulgação Fittipaldi Team)
Porém, o plano foi adiado oficialmente para 2020, por dificuldades financeiras: "Na situação atual, teríamos que investir uma quantia muito alta este ano e no mínimo repetir a dose em 2020. Isso se tornou inviável, ainda mais em razão da queda no apoio de patrocinadores. Por isso, decidimos adiar nossos planos e nos prepararmos para a temporada do próximo ano", disse Wilson.

Além da entrada na Stock Car ter sido adiada, a equipe também desistiu de competir em outras categorias no Brasil neste ano.

Até o momento, a categoria tem 28 das 32 vagas disponíveis no grid completas. O último nome confirmado foi o de Pedro Cardoso, que será companheiro de Rafael Suzuki na Hot Car.