De casa nova, Osman tem altas expectativas para ano “que não vai aceitar erros”

Ano dinâmico e sem piedade. É o que Galid Osman espera para o 2020 'express' da Stock Car. Agora pela Crown e ao lado da Shell, entretanto, o piloto de 34 anos está melhor preparado que nunca desde que chegou à categoria

Galid Osman vai para mais um ano de Stock Car ao lado da Shell, mas agora na garagem de uma nova equipe: a Crown. A mudança é um dos elementos que faz com que o piloto se anime com 2020 que abre as portas de verdade na categoria em Goiânia, no próximo fim de semana, quase quatro meses depois da data original marcada para a abertura.

Após um começo forte de temporada 2019, Osman se animou. Acredita, agora, que tem condições de se manter no top-10 de maneira constante nas corridas agora mais curtas do campeonato.

“Estou animado para 2020. É uma equipe que vem muito forte nos últimos anos de Stock. Fizemos bons treinos no Velo Città com o carro novo, então tenho bastante convicção para falar que estaremos brigando para ter o melhor ano na Stock Car até hoje”, disse.

“A principal diferença que eu senti foi no fato do carro se assemelhar mais aos carros de rua. Acredito que tenha sido uma boa jogada da categoria para atrair o público fã para as etapas. É um carro menos estável nas freadas, senti balançar muito. Isso vai resultar em mais dinamismo nas corridas e deixar o evento mais forte”, seguiu.

Galid Osman chega confiante na temporada (Foto: José Mario Dias e Leo Sposito)

Com a longa parada causada pela pandemia, Osman teve tempo de sobra para se preparar. Assim, segundo ele, chega para a temporada melhor condicionado fisicamente do que nunca nos anos de Stock Car.

“A pandemia do novo coronavírus me fez ter a melhor preparação física em todas as temporadas que corri na categoria. Fiquei mais tempo em casa, investi forte nos simuladores. Acredito que esse tempo focado em treinos e simuladores pode me fazer muito bem para a temporada de 2020”, sinalizou.

Por fim, a avaliação do ano é clara: será rápido e imperdoável com quem cometer equívocos.

“Será um ano muito dinâmico, não vai aceitar erros de ninguém, mesmo tendo as notas de descarte. Algumas etapas terão três corridas, onde uma determinará a posição de largada na corrida seguinte da etapa. Constância é a palavra chave para esse ano, a disputa está aberta para qualquer piloto ser campeão, pois vai ser um campeonato que exigirá muito de todos nós”, encerrou.

A temporada que começa no próximo fim de semana terá Átila Abreu como companheiro de Galid.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube